Musubimonogatari – Veredas

qn4jqhg

Que caminhos eles tomaram, afinal?

Por mais de 20 volumes nós acompanhamos os passos desses jovens. O desespero de Araragi Koyomi, o vazio de Hanekawa Tsubasa, Gahara, Kanbaru, Mayoi, Nadeko! Cada um deles mostrou um lado sombrio que muitas vezes chocou o leitor, não houve dor mais sincera que a dessas pessoas. Entre aberrações e conflitos internos, um desfecho finalmente é alcançado.

NisiOisiN então, nesse momento, resolve encerrar a “Off-season” com uma despedida. O que houve ao longo de 5 anos? Esses (até então) estudantes tomaram quais rumos? Novos amores? Novas dores? Quem são esses adultos?

É hora de encerrarmos a cortina deles, para que novos atores possam subir ao palco!

Uma salva de palmas, por favor!

Introdução

18yyx0

“Eu não sei nada. Você é quem sabe…” – Oficial de Polícia Araragi

  • Resolvendo um “rumor” antes que ele possa se transformar em uma real aberração
  • O Oficial de Policia Araragi Koyomi que recentemente começou a trabalhar no Departamento de Rumores na Estação de Polícia de Naoetsu
  • Hitagi e Tsubasa, que deixaram a cidade
  • Quais rumos esses três tomaram após completarem 23 anos e que sentimentos Koyomi transmitirá ao fim… ?

Durante essa leitura, vocês ouviram 2 sinais. O teatro começará ao terceiro sinal, mas antes podemos conversar alguns instantes. 5 anos se passaram no começo de Musubi e, se você pensa que conhece algumas dessas personagens, está enganado.

O desenvolvimento de Hanekawa Tsubasa é particularmente estarrecedor. Com o perdão do termo pomposo, não há palavra melhor. O trabalho de Araragi num local fundado por Gaen Izuko, os dois términos de namoro de Araragi/Hitagi, a carreira de mangaká da Nadeko, vamos falar sobre muitas coisas.

Este volume contém 4 arcos, prólogo e epílogo. As personagens que dão nome aos arcos são veteranos na área de trabalho do Araragi, todos policiais, dessa forma Nisio consegue apresentar novas pessoas e consolidar os antigos nomes que tanto amamos. Será uma junção de passado e futuro, peço paciência e que me acompanhem.

Breve Prólogo

Araragi Koyomi começou sua carreira como policial há pouquíssimo tempo. Foi oficialmente aprovado no exame nacional, mas muitos o encaram com ironia e sarcasmo, provavelmente por conta da longa carreira dos pais e insinuações, então digamos que o ambiente de trabalho dele não é dos melhores.

Ah sim, esse departamento de nome engraçado foi fundado pela Gaen Izuko.

Um começo promissor, não acham?

Sereia Zenka

34gjz1d

Comecemos apresentando Suou Zenka, policial. 10 anos atrás ela era uma nadadora promissora, mas sofreu um grave atropelamento por conta de um caminhão que avançou no sinal vermelho e, temendo uma tragédia maior, desviou de algumas crianças ali perto e atingiu Zenka em cheio. Sua salvação foi comer carne de sereia se transformando em um ser imortal, mas em troca toda vez que seu corpo fica molhado, ela se transforma literalmente em um peixe.

Seu sonho na natação foi destroçado por volta dessa época. Ela não vira uma sereia adorável como nos filmes da Disney, ela literalmente vira um peixe… bastante feio. A vida se tornou bastante complexa desde então para ela, evitar água a todo custo é bem complicado. Sua transformação em peixe pode variar entre diversas espécies, tudo depende do tipo de água, temperatura e pequenos detalhes.

Ah, se não bastasse esses “inconvenientes”, seu corpo é literalmente carne de sereia agora. Todo tipo de aberração adora essa iguaria. Sim, ela atrai muitos monstros.

Vamos falar sobre o caso desse arco: 5 garotos se afogaram recentemente em um rio próximo ao Colégio Naoetsu, essa série de afogamentos começou com um menino sendo atacado e sobrevivendo, mas ele permanece em estado grave, além de estar em coma. 3 testemunhas desse primeiro “ataque” afirmaram que o jovem estava “sendo arrastado para a água por mãos invisíveis”.

Koyomi decide nadar nesse rio para averiguar suspeitas, mas nada acontece. Ele recorre a Shinobu (atualmente o ajudando com conselhos) que avisa os ataques vão continuar ocorrendo até que ele lide com a aberração causadora dos incidentes. Depois, numa nova abordagem, utilizando a Suou como “isca”, eles conseguem localizar a aberração. A verdadeira forma do culpado era…

A alma do primeiro menino que se afogou por causas naturais naquele local. Sua alma foi assimilada pelo rio e está causando inadvertidamente esses afogamentos, as mãos que “arrastam” pessoas na verdade são as mãos do menino querendo ajuda, que alguém o tire de lá.

O motivo pelo qual a alma do garotinho não reagia aos adultos e só “atacava” crianças era por conta dos maus-tratos que ele sofreu nas mãos dos pais, ele criou uma desconfiança natural de adultos. Eles foram capazes de encontrar essa alma porque foram até o necrotério onde o corpo original se encontrava.

No clímax do arco, os poderes dessa aberração impedem que o Araragi entre no rio para ajudá-lo. Então o policial pede para que a Suou utilize sua habilidade inata, “Canção da Sereia”, que afeta “todo e qualquer humano que esteja se afogando”. Nesse momento Koyomi consegue agarrar as mãos da alma do menino e salvá-lo, resolvendo o incidente.

Aparições de Outras Personagens

Karen: sua irmã (Tsukihi) no momento está no exterior e seus pais se transferiram para outra região. Ela vive sozinha com seu querido irmão. Ela também é uma policial que trabalha em Naoetsu fazendo parte da Segurança Pública, profissão que ocupa seus dias ao lado de suas artes marciais. Tornou-se policial logo após sair do Ensino Médio, então tecnicamente ela é superior do Araragi. Ela é horrível em tarefas domésticas, mas suas habilidades na cozinha melhoraram significativamente no período em que ela fez as refeições para ele, ajudando no período em que Araragi ainda estava em treinamento. No momento ela ainda está crescendo e tem mais de 1,85cm.

“Você quer brigar? Como nos velhos tempos? Eu tenho uma boa e velha escova de dentes comigo!” – Araragi e Karen, discutindo

Kanbaru: O encontro com ela ocorre no hospital onde o primeiro menino que se afogou no incidente está em coma. O cabelo dela está na altura da cintura agora, por conta de experiências anteriores e o que houve no passado da Rouka, ela está cursando medicina esportiva. Ela joga basquete com os colegas nos dias de folga, mas depois que entrou na universidade, compreendeu o quão estreita era sua visão de mundo. De tempos em tempos ainda conversa com Ougi.

Gaen: Não aparece pessoalmente, mas durante reminiscências. A ideia por trás da organização que fundou era de “levar as práticas dos especialistas para dentro das instituições e criar uma uma organização pública que fizesse o mesmo trabalho”. Por isso buscou e encontrou pessoas que tivessem se envolvido com aberrações, fundando assim o departamento de rumores.

Shinobu: A mesma de sempre, em aparência e personalidade, mas digamos que ela tem um novo hábito. Ao contrário do vestido que sempre usou, ela agora altera suas roupas para sempre combinarem com os trajes do Araragi. Se ele usa uma roupa de frio, ela também, sempre assim. O Araragi se arrepende bastante do que aconteceu por conta do excesso de vezes em que utilizou poderes vampirescos, agora ele assumiu uma nova postura de sempre pedir conselhos a ela, mas jamais utilizar os propriamente ditos poderes dessa relação.

Golem Nozomi

rtghzl

Nozomi Kizashima, 29 anos, inspetora policial e golem. Ela aparenta ser uma moça bastante jovem, mas na realidade morreu por conta de uma doença durante o jardim de infância. Contudo, seus avós pesquisaram rituais proibidos e fixaram sua alma em uma boneca de argila, trazendo sua neta de volta dos mortos.

Nos anos seguintes, seus avós sempre ajustavam e “envelheciam” o corpo de argila para que ninguém desconfiasse do estado da neta, mas eles morreram quando ela ainda estava no ensino fundamental e, por ela não conhecer os rituais, permanece com essa mesma aparência.

Ela não faz sincera ideia de por quantos anos sua alma ainda conseguirá residir no corpo de argila, mas em essência, é um ser também imortal. Consequentemente, não tem senso de dor nenhum. Contrastando com a Zenka, que não pode encostar em água, ela é feita de argila/lama, então no calor começa a rachar, obrigando-a a sempre carregar água. Sua forma de falar se assemelha um pouco a da Hachikuji Mayoi.

O caso dessa vez é intitulado de “Incidentes do Retalhador”, alguns estudantes afirmam que na saída do Colégio Naoetsu, quando estão voltando para casa, estão sendo vítimas de cortes/retalhos. A questão é que somente seus uniformes estão sendo cortados, nenhuma “vítima” sofreu algo no corpo. E nenhuma das vítimas sabe afirmar quando é que os cortes ocorreram, por isso o Araragi e a Nozomi decidem investigar sua alma mater juntos, para o caso de ser algo preocupante como um kamaitachi.

Araragi decide ficar próximo ao poste com um espelho e a Nozomi, que tem a habilidade de se transformar em lama quando fica molhada, resolve se camuflar perto de um canteiro no local. Mas nada acontece nesse ínterim. Se utilizando de dicas da Ougi, o Araragi deduz que os estudantes no trajeto de volta perceberam coincidentemente os cortes nas roupas ao verem seus reflexos no espelho do poste. A real cena do crime foi no próprio colégio, quando os uniformes eram trocados para aulas de educação física, por isso “somente as roupas eram cortadas e não as pessoas nelas”. Foi essencialmente um crime perpetrado por mão humanas.

Aparições de Outras Personagens

Oshino “Spooky” Ougi: Se tornou um dos 7 mistérios do Colégio Naoetsu, aquela sala de aula “especial” dela faz parte do mistério também. Parece que ela consegue desviar pessoas que estão perdidas ainda mais de seu trajeto original! Sua aparência continua a mesma, mas internamente, segundo o Araragi, ela mudou completamente. Agora ela está “incontrolável” e “mimada ao extremo”. Porém, o Araragi resume a situação ao fim dizendo que foi ela quem encerrou de fato o caso dentro da escola, fazendo que os uniformes parassem de ser rasgados.

Nadeko: No momento em que esses eventos estão acontecendo, ela já deixou a cidade. Ela ajudou bastante a Gaen como tinha sido planejado em Nademonogatari e começou sua carreira como mangaká, seu pseudônimo é “Sengoku Nadeshiko” (lembrando que “Yamato Nadeshiko” é um termo em japonês para uma mulher ideal, dona de casa, refinada – basicamente recatada e do lar). Ela já tem três mangás sendo serializados, mas a Ougi afirma que não são muito populares. Mas, por mais engraçado que soe, muitos afirmam que por trás dos aparentes traços fofos dela existe algo bastante obscuro, por isso são popularmente “cult”.

Loba Mitome

2efj4ph.jpg

Mitome Saizaki, 29 anos, inspetora policial, descendente de lobisomens.

Embora ela venha de uma distinta linhagem de licantropos, ela difere deles por não ter nascido como uma aberração. Além de ser forte pelo sangue de lobo, ela não só se transforma em lobo olhando para a lua cheia como também se transforma ao olhar qualquer objeto redondo! No dia em que a lua está particularmente intensa ela é capaz de resistir a transformação, e por mais “forte” que ela possa ser (se comparado aos humanos), não é particularmente poderosa.

Por mais que tenha uma personalidade complicada e um jeito de falar bastante truculento, executa todas as suas missões com bastante afinco. Originalmente queria ser um cão policial quando entrou pra polícia (e isso, honestamente, diz muito sobre ela). A Gaen valoriza a Mitome não por sua força, mas pela sagacidade dela. Aos 23 anos a loba já estava comandando sua própria tropa em grandes desastres e em investigações contra o crime organizado.

Um parágrafo necessário – Hanekawa Tsubasa (Escrito em katakana, não mais em kanji):

Ela talvez ainda seja a mesma de sempre, mas atualmente é um verdadeiro “bakemono”, por isso seu nome é escrito em katakana atualmente. Como já foi detalhado em Wazamonogatari, ela viajou pelo mundo com o Dramaturgy e não seria exagero nenhum afirmar que ela conheceu cada mísero canto do mundo.

Depois de conduzir diversas atividades em prol da paz, por exemplo, eliminando minas terrestres, ela foi reconhecida como celebridade internacional e é conhecida como a “Joana d’Arc” do Japão. Desde seus 20 anos ela viaja pelo mundo, não mais advogando ou agindo pelas vítimas da guerra, mas ela própria encarnou o papel de “mediador da guerra” para acabar com todo e qualquer tipo de conflito. Ela conseguiu encerrar incontáveis guerras negociando tratados de paz.

Porém, por ser uma extrema pacifista que acredita piamente no ideal de “acabar com todas as fronteiras no mundo”, ela adotou uma postura quase megalomaníaca (segundo relatos) de desejar a conquista do mundo, todo para si mesma. E por conta disso e de diversas outras coisas, ela é tratada, nos últimos tempos, como uma criminosa internacional.

Novamente, para a Loba

O caso que envolve a Mitome é justamente relacionado com a Hanekawa, a gata retornou ao país de origem para eliminar qualquer vestígio de seu passado, assim, Mitome é a encarregada de proteger a Hanekawa nesse meio tempo. Guiada pela curiosidade, a Mitome resolve perguntar ao Araragi que tipo de pessoa seria essa mulher.

“Durante a estadia da Hanekawa, ela foi te ver?” – Mitome

“Você não precisa se preocupar com isso.” – Araragi

Ao voltar para casa, o Araragi descobre que a Tsukihi voltou do exterior. Ele planejava então ter um longo e caloroso jantar com suas irmãs, já que fazia algum tempo desde a última vez deste ocorrido, até que ele percebe que a Hanekawa já está dentro de casa.

Depois do jantar, quando os dois estão lavando os pratos, a Hanekawa diz:

“Eu voltei apenas para te ver, Araragi.”

“Por que você faria uma coisa dessas? Além disso, como você escapou do hotel e passou pela segurança?”

“Se você conseguir descobrir o truque, eu respondo a sua primeira pergunta”.

Depois da breve conversa e ir embora da casa do Araragi, ele vai conversar com a Mitome. A conclusão dele sobre o truque da Hanekawa é que ela se utilizou de um “duplo”, alguém muito semelhante a ela. Portanto, ele conclui, que a verdadeira razão da “Hanekawa” (duplo) ter vindo até a casa dele foi para recuperar, do quarto dele, a calcinha que até então estava escondida (a de Kizu). Dessa forma ela teria apagado qualquer existência da vida passada, porém, a Mitome abre uma certa questão:

“Existe a possibilidade de que eu estivesse o guardando duplo, enquanto a Hanekawa original visitou você.”

Mesmo com essa hipótese, o Araragi logo a desconsidera, alegando que isso jamais seria verdade. Porque, se levarmos em conta as posições deles no mundo atual, ele é um homem qualquer para ela.

(Segundo uma teoria do Araragi, a Hanekawa criou o ideal pacifista depois de utilizar os “poderes vampirescos” que despertou em Waza, a jovem teria usado força bruta muitas vezes em situações de perigo, criando assim aversão a esse tipo de abordagem.)

Mas se isso o faz feliz ou não, bem…

Aparições de Outras Personagens

Tsukihi: Largou a faculdade duas vezes, no momento estuda dança no exterior. Seu plano atual é se tornar dançaria em um cassino. Seu estilo de cabelo no momento é igual ao da antiga Hanekawa, duas tranças. Aparentemente ela ainda conversa com a Nadeko.

Humana Tsuzura

k1w03o

Kouga Tsuzura é a chefe do Departamento de Rumores. A única pessoa que é puramente humana dentre os membros, é valorizada pela Gaen por suas habilidade de comunicação e justamente por ser humana, não havia como nenhuma aberração influenciá-la, portanto o cargo de chefe.

A Kouga valoriza muito o Araragi, afirma até que gostaria que ele um dia assumisse o posto de chefe no departamento. Mas ela não acredita que ele viva de forma adequada, dizendo que ele poderia ser um pouco mais tranquilo, relaxado se quisesse.

Um pulo para as personagens é mais relevante nesse caso, já que as informações essenciais do volume estão aqui.

Senjougahara Hitagi – Isto é, dois términos, duas crises

Os dois primeiros términos entre eles aconteceram durante a faculdade. A primeira vez foi por conta de complicações pelo fato do Araragi ter reencontrado a Sodachi e ter deixado ela morar com ele na casa dos pais, mas a Gahara deixou a situação de lado e se acertou com ele depois de ter ameaçado/intimidado nossa querida Euler.

Oikura Sodachi – A vela do casal (Uma trabalhadora eficiente!)

Ela se tornou contadora enquanto estudava no exterior e no momento é funcionária pública na Prefeitura de Naoetsu. Ela escolheu esse local para trabalhar por se sentir em dívida com a mulher encarregada do serviço social, já que foi ela que a ajudou nos períodos mais complicados. Ela fez um empréstimo de funcionária pública e comprou a casa abandonada onde estudava matemática com o Araragi, essa é a sua atual moradia. Se você pensar no estereótipo de funcionária pública, essa é a imagem da Oikura no trabalho, ela se tornou uma espécie de meganekko.

Pausa.

A Sodachi usa óculos agora. (Marcela: *gritando ao fundo de tanta felicidade*)

Saboreie essa realidade por um momento.

Muito bem, voltando.

Depois que terminou o ensino médio, e meio que por conta da Hanekawa, ela prestou vestibular para um certo programa de matemática em uma certa faculdade e, tcharã-tcharã, o Araragi estudava lá também. Hanekawa mandou aquele abraço de longe.  A Oikura teve problemas em arranjar um lugar para morar, então o Araragi pediu ajuda aos pais e eles disseram para deixar a menina morar ali em casa mesmo (comparando, aliás, com o período na infância em que moraram juntos). Claro que não tinha com isso dar certo, de forma alguma.

A Senjougahara foi a principal pessoa contra essa ideia, que terminou e fez um inferno na vida deles. Ela ameaçou a Euler dizendo que se ela não tomasse algumas medidas, juntando o casal de novo, a situação ficaria bastante… complicada. A Sodachi então faz uma ameaça sincera sobre cometer suicídio caso o casal não reatasse, obrigando o Araragi a agir. Dentro do possível as coisas voltaram ao normal depois.

Por um tempo a vida entre os três foi normal na faculdade, mas depois que o Araragi terminou com a Gahara pela segunda vez por um motivo “completamente estúpido e imbecil”, a Sodachi se viu no direito de ficar emputecida e encerrar a amizade deles “para sempre” pela… *faz as contas* 4ª vez. Acho, é 4ª vez. Isso no dia 13 de outubro. Mesmo depois de ter reencontrado o Araragi, sua língua afiada e o fingimento sobre odiá-lo continuaram os mesmos.

Ela dividiu, um tempo depois, seu honesto pensamento com ele:

“Mexe essa bunda e vai atrás da Hitagi lá no exterior, anda. Depois você pode sofrer alguma desgraça e ficar perdido por aí!”

De vez em quando ela ainda aconselha o casal sobre esses términos; depois de um bom tempo dessas brigas todas ela e o Araragi trocaram os números de celular novamente, e pela enésima vez, a Sodachi rescindiu o “para sempre”.

Voltando para esse caso, sobre humanos e relacionamentos

Por mais que o Araragi e a Gahara já tivesse terminado e voltado duas vezes, quando ela oficialmente se tornou gerente em uma firma de finanças, ambos encontraram espaço para um terceiro término de namoro. Dessa vez por telefone. Enfim.

Algum tempo depois, quando o Araragi estava na prefeitura para resolver uns documentos, ele encontrou a Sodachi. Claro que ela não perdeu tempo de falar poucas e boas para ele, mas depois deu conselhos sobre como ele deveria lidar com esse relacionamento com a Gahara e isso fez com que ele mesmo se questionasse o que raios ele queria da vida.

O Araragi, para esfriar a cabeça, resolve ir até o Templo da Cobra Setentrional e, por incrível que pareça, confessa estar evitando o local. Ele teme que por ser adulto, não seja mais capaz de ver a Hachikuji Mayoi no templo. (De fato, ele sobe e não consegue mais vê-la…)

Enfim, ele toma uma decisão.

Eu vou me casar com a Gahara aqui.

Pedindo ajuda para a Shinobu, ele pede para que ela prepare um relatório no centro da cidade sobre as atividades das aberrações e, logo depois, o Araragi vai se encontrar com a Chefe Kouga pedindo para que ela o envie para o exterior, alegando que a Shinobu estaria com ele e poderia ser intérprete para aberrações estrangeiras.

Ele moveria céus e terra para estar com a Gahara novamente.

Ao receber a confirmação do pedido e voltar para casa, ele se choca ao entrar e descobrir que a Senjougahara está ali esperando. O capítulo final/últimas páginas é a reunião deles, em linhas gerais, enquanto ele planejava ir embora do Japão atrás dela, ela fez com que a companhia na qual trabalha abrisse uma sede no japão, assim ela poderia voltar a morar com o Araragi! Ambos pensaram a mesma coisa e fizeram o possível para que desse certo.

Eles se acertam e reencenam a cena final de Caracol Mayoi:

“I rab you” – Araragi arranhando naquele inglês ótimo

“Fascinação/Tore Koyomi” – responde afetuosamente Gahara

Ao que tudo indica, logo teremos um casamento e, deduzindo por tudo, é o que simboliza a capa de Musubimonogatari. Link para a leitura integral do epílogo.

Um Pensamento

Me surpreende que o Araragi tenha se tornado um adulto até que sensato. A julgar por tudo o que aconteceu na vida dele, fico muito feliz. Fiquei muito feliz pelo desfecho de todos, sendo sincero. A Gahara talvez seja a que menos mudou, mas até aí, consigo ver nuances.

O Nisio definitivamente não vai seguir com a história deles. Isso é o fim, chegamos a um ponto de encerramento, sem dúvidas. Mas ele vai continuar narrando a história de outras personagens, de novas personagens. A confirmação é “Shinobumonogatari” que deve sair em algum momento do ano de 2017.

c14dgdsukaatklq

Shinobumonogatari: “Episódio 1: Mostarda Shinobu” – A Grande Abertura da “Monster Season”! “Aquele que a  nomeou” e “confronto” são visíveis no anúncio.

Acho que um certo Mestre irá reencontrar sua prole, muito, muito em breve…

Advertisements

25 thoughts on “Musubimonogatari – Veredas

  1. Vocês querem que eu tenha um infarto? “os dois términos de namoro de Araragi/Hitagi” quando li isso senti uma ponta no coração. Ainda bem que terminei de ler o post, estou muito ansioso para ver isso animado. Excelente post!

  2. Muito obrigado pela postagem, sinceramente estava muito excitado (e ainda continuo muito ofegante!) acerca de Musubi, é sempre muito gratificante ser surpreendido pela forma em que NisiOisiN conta uma história. Realmente nunca sequer teria cogitado a maneira pela qual certas personagens cresceriam e levariam suas vidas, de certa forma todos continuam monstruosidades (no bom sentido!!) de sua própria maneira kkkkkk. Agora tratarei de me empenhar em procurar uma tradução em inglês e me deliciar com minhas tentativas de leitura kkkkkk, gostaria de apoiar o autor comprando a novel, então desde já agradeço a quem tiver uma boa sugestão de método de compra. Obrigado novamente!!~~

  3. Cara, e por isso q eu amo esse site, menos de uma semana e vcs já tem uma cobertura dessas.
    Sério, obrigados seriam poucos pra vcs

  4. Tem um pequeno equivoco na parte sobre o primeiro término entre o Koyomi e a Hitagi, quem ameaça se suicidar caso eles não voltem é a Sodachi. Os gringos se confundiram em relação a essa parte, mas logo eles corrigiram.

  5. Incrível, parabéns pelo “resumo”. Gostaria muito de ver isso adaptado para anime algum dia. Voltando ao assunto dessa novel, realmente será que não teremos uma continuação? Nem que seja uma side-story, sobre Araragi e Hitagi, após o reconciliação, é claro, que ficou muito bem indicado o futuro dos dois, porem, não desenvolver um casamento seria sacanagem, “drama de um fã”. Bom espero que após, Shinobumlnogatari tenhamos alguma notícia sobre o assunto.

    Obrigado pelo resumo!

    • De nada! É, no caso do Nisio, tudo é possível. A questão é que ele nunca escreveu (até agora) spin-offs de monogatari, tem que ver mais o estilo/esquema de Shinobumonogatari para saber se isso seria possível.

  6. Pingback: Guia Prático para as Fases de Monogatari Series! – OtomeGatari

  7. mano eu to mt puto que a hitagi vai ficar com ele, mas fazer o que na vida não se pode ganhar todas queria mt que ele tretasse com alguém que tivesse mesma capacidade que ele… tipo recusar shirokawa tem que ser mt confiante na escolha….. eu passei a odiar yandere por causa dessa…. filha da puta do krl = hitagi, porem meu foco sempre foi shinobu e nadeko eh isto :3 “nee araragosanaro :3”
    queria tretar com essa marcela deve seria mo lecal receber uns flood dela de todo conhecimento que ela tem sobre isso tudo mt foda

    • Olá, Marcelo. Aqui é o Raigho, autor do post, e peço calma. A gente sabe que a relação entre Araragi e Hitagi sempre foi conturbada, mas acho condizente com que foi estabelecido até aqui. Existe um outro post escrito por mim aqui no blog – “Senjougahara Hitagi & Araragi Koyomi” que recomendo a leitura, talvez te ajude. A Marcela é bastante inteligente, se quiser ver como nós funcionamos os “Comentários Semanais” de Owarimonogatari e Zenmonogatari são uma ótima pedida.

  8. Pingback: Shinobumonogatari (Monster Season) será lançada dia 15 de julho de 2017 – OtomeGatari

Dê sua opinião!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s