10 anos depois – Um palíndromo, uma gata, uma história

endcard01Nyan.

Yaho!

Dez anos de história – ou melhor, dez anos de monogatari, né? HAHAHAHA!

… Desculpem, precisava soltar essa. Agora vou ficar mais séria. Prometo tentar.

De qualquer forma… Dez anos. Quando o Nisio lançou a primeira novel, eu tinha apenas 9 anos de idade, ainda assistia Naruto e achava aquilo a melhor coisa do mundo. Jamais imaginaria que, enquanto eu estava lá vendo Naruto no youtube parte por parte de cada episódio, uma lenda estava sendo criada no Japão. Começava o início de uma era que iria marcar minha vida por muitos e muitos anos.

O Raigho fez uma carta ao Nisio… Bom, foi uma carta engraçada. E olha que a comediante sou eu, né? Mas vamos nos distrair desse foco. Gostaria de fazer uma carta de amor.

Não, não é pro Raigho! Ele já sabe o quanto amo ele. E… Não é pro Nisio, infelizmente. Apesar dessa comemoração toda girar ao redor dele. Toda história começa com um gatilho, algo que dispara toda as reações em cadeia. Esse gatilho, tanto para mim quanto para o Raigho, chama-se Hanekawa Tsubasa. E eu gostaria de declarar aqui, indiretamente, o meu amor ao Nisio por ter criado essa personagem.

Uma declaração

ss-2013-08-15-at-06-46-28Hanekawa-san,

Muito prazer. Você não me conhece ainda, e provavelmente não vai conhecer. Não tenho a coragem pra esse encontro cara a cara. Por isso estou enviando essa carta. Por isso eu até coloquei o -san e chamei você pelo sobrenome, não quero inferir que temos qualquer tipo de intimidade!

… Ah, isso é uma mentira. Desculpa. Não queria começar mentindo.

A verdade é que eu sinto uma intimidade com você mais do que qualquer outro personagem fictício – não, desculpe, mais até do que muitas pessoas que conheço. E nós nunca trocamos sequer uma palavra… Bom, você sempre fala e eu apenas escuto. Achei que já estava na hora de inverter os papéis.

Quando eu tinha apenas 13 anos de idade, me mandaram um vídeo seu. Aparentemente fazendo cosplay de bakeneko e falando um trava línguas. Acredita que eu me apaixonei na hora? Foi algo tão absurdo, um sentimento tomou conta do meu corpo e só conseguia pensar “preciso saber mais sobre ela”.

Talvez eu tivesse segundas intenções na hora. Desculpe, seus peitos são muito bonitos.

O fato é… Eu comecei a assistir sua série, sabe. Monogatari Series – Bakemonogatari. E pra minha surpresa, você é uma das primeiras que aparece! Fiquei extasiada na mesma hora. Porém, isso não durou muito, porque você ainda não era a protagonista. Ainda não era seu momento de brilhar.

Então eu continuei… Episódio a episódio, esperando quando chegaria aquela cena que vi pela primeira vez. Acabei vendo a série inteira esperando por apenas um momento de pouco mais de 1 minuto. O que não percebi é que assim como tinha me apaixonado por você, fui me apaixonando por tantas outras coisas.

Ah, desculpe. Isso soou errado. Não sou tão voyeur assim.

Nessa busca descontrolada por uma cena só, fui absorvendo tantas outras. E quando vi, já estava absorta nesse mundo. Cada uma das personagens que passaram antes de você foram ocupando um espaço no meu coração. E, quando finalmente alcancei o momento que esperava… Se é possível que um coração cresça, o meu cresceu, porque cada vez mais o meu sentimento por você aumentava.

No começo eu acho que cometi o mesmo erro do Araragi-san, e acabei me apaixonando pela idealização que tinha de você. E, assim como ele, acabei superando essa ideia – só que não fui atrás de um caranguejo. O meu amor pela gata que vi a primeira vez continuou o mesmo, não, sempre crescendo.

Hanekawa-san. No pior e no melhor, você sempre esteve mais próxima de mim do que pode imaginar. Você desabrochou de uma maneira tão linda que não consigo conter as lágrimas quando penso a respeito. A Hanekawa-san que eu amava, a perfeita, a Hanekawa-san manipuladora, a Hanekawa-san branca. Todas elas eu amo profundamente. E mais ainda, amo o produto final de tudo isso, Hanekawa-san. Tanto você quanto suas duas irmãzinhas.

Você pode não acreditar em mim, dizer que tantas outras pessoas passaram na minha vida e tantas outras pessoas me inspiraram. É verdade, não posso negar. Mas o amor que sinto por você é algo que prevalece apesar dos anos, apesar das mudanças, apesar de tudo. Apesar de tudo, Hanekawa-san, e por causa de tudo, eu continuo amando você.

O gato, o tigre, a humana.

Obrigada por esses 10 anos, mesmo que eu só tenha começado a estar presente alguns anos depois. Algumas coisas só acontecem na hora certa.

Você trouxe a escuridão pra minha vida, ensinou-me a abraçá-la pra poder trazer a luz também. Obrigada.

E mais ainda, diga pro seu amigo que com certeza está lendo por cima do seu ombro – isso é falta de educação, aliás -, aquele tal de Nisio, que eu agradeço muito por ter permitido nosso encontro. Sem ele, essa carta não teria sentido. Sem ele, esse amor que tanto me traz felicidade, não existiria.

Obrigada, Nisio-sensei. Por permitir essa conexão. Esse encontro. Essa paixão. E mais ainda, obrigada por ter criado algo tão maravilhoso que tenha permitido não só que eu conhecesse tantas pessoas maravilhosas, mas também a pessoa maravilhosa que é o meu parceiro Raigho.

Pode parar de ler por cima do ombro da Hanekawa-san. Você já recebeu sua carta.

Com muito amor, carinho e um pouco de teimosia,

– Marcela

Advertisements

4 thoughts on “10 anos depois – Um palíndromo, uma gata, uma história

  1. Incrível, não é mesmo? Eu vium AMV, enquanto eu estava surfando na net, e me interessei em uma certa personagem. A única coisa de animes que eu tinha visto era naruto. Graças a ela ( e bem, ao AMV ) me interessei em ver bakemonogatari, e com isso entrei no mundo dos animes. Realmente essa gata foi algo incrível para mim. Eu não conseguiria descrever esses sentimentos de maneira melhor, obrigado Marcela :,)

  2. Incrível, não é mesmo? Eu vium AMV, enquanto eu estava surfando na net, e me interessei em uma certa personagem. A única coisa de animes que eu tinha visto era naruto. Graças a ela ( e bem, ao AMV ) me interessei em ver bakemonogatari, e com isso entrei no mundo dos animes. Realmente essa gata foi algo incrível para mim. Eu não conseguiria descrever esses sentimentos de maneira melhor, obrigado Marcela :,)

Dê sua opinião!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s