Raigho à Toa 04# – Harmônica

 

gaita_hohner_marine_band_deluxe

Gaita, se você preferir.

Músicas são capazes de atravessar línguas, países, mundos. Qualquer tipo de música. As que te deixam irritado, emocionam ou fazem você se sentir bem. Música é algo fantástico, algumas melodias marcam a vida de uma pessoa, é uma pena que não possamos ouvir a balada de nossas vidas.

Seria ela triste?

Alegre?

Falemos obre a melodia de uma harmônica.

O Paradeiro da Luz

Sintam essa música por um instante. Só um instante. O que ela evoca em seu âmago? Lágrimas? Uma sensação agridoce? A sensação de que alguém quer encontrar algo? Essa é uma das primeiras músicas a serem tocadas no JRPG Trails in the Sky que eu me lembre, quando a escutei lembro de ter ficado sinceramente emocionado.

Quando era mais novo costumava jogar (e ainda jogo) muitas coisas, em especial RPGs. Mais do que os cabelos enormes ou espadas enormes, me sentia sinceramente ligado às canções que estavam reunidas na obra. É fácil contar uma história, mas transformá-la em algo memorável através da sensibilidade sonora é um dom.

Acho que essa música em particular diz toda uma história em poucas notas. Um garoto solitário, o amanhecer, o sorriso de uma menina, é a fórmula tradicional de uma história; mas quando ressoa com essa música, é de encher os olhos de lágrimas. Considero um pequeno milagre momentos como esse.

Em um concerto ao qual fui recentemente, percebi o quão ligados nós somos as músicas. De qualquer espécie. Ao ouvir essas melodias do passado a nostalgia me preencheu, chorei, foi inevitável. As músicas de batalha, dos encontros, das despedidas e das superações. É uma sensação agridoce, as lágrimas voltam só de rememorar o momento.

Essa valsa de palavras apenas para dizer que músicas são. Exatamente, elas são. São tudo e nada. São as memórias que você queria esquecer, são a dor, são a alegria. A harmônica de Joshua narra, em poucos minutos, toda a sua dor e vida. É o prelúdio de algo memorável. De uma história memorável.

É mesmo uma pena que não possamos ouvir a balada de nossas vidas.

Advertisements

5 thoughts on “Raigho à Toa 04# – Harmônica

  1. Também sou desses, eu lembro de deixar na tela inicial dos FF apenas para ficar ouvindo a música orquestrada, que para mim é uma das melhores que tem por ai. Acho que a última OST que me pegou de jeito, quase me fazendo chorar foi a do Final Fantasy Type-0, no final, ver aquela cena deles cantando… tive que segurar firme o suor masculino kk

  2. Nossa essência vem a tona e se mostra 9or um momento.
    A música que nos toca e aquela que nos revela a nos mesmos.
    Não sei esquecemos pressão bem, mas a música um momento para lembrarmos, sem remorso, culpa ou qualquer emoção que profano a lembrança.
    Acho que não consegui falar direito…

Dê sua opinião!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s