Comentários Ougimanais #03 – A resposta perfeita

Comentarios ougimanais

[Sodachi +(Araragi x Ougi)]/Hanekawa = Owarimonogatari, volume 1.

Yaho!

A história, ou melhor dizendo, esse caso só vai ficando cada vez mais confuso… O passado de Araragi e Sodachi revelado, e os detetives Raigho e Marcela continuam seguindo as pistas pra tentar explicar essa situação a você, cidadão comum. Ainda bem que temos a Kyouko Okitegami- digo, Hanekawa Tsubasa no caso. Ha.

mathemagics

Eu sabia desde o começo
Que palavras não passavam de mentiras
Facilmente esquecidas
Incertas e vagas

Então escapo para uma magia
Capaz de alterar a verdade

Durante um verão no qual o Sol desapareceu
Completamente sozinha, a resposta
Na qual eu cheguei…

Era você
Finalmente tinha encontrado
A resposta, que deveria ser mais correta que qualquer outra…

Fonte: https://kafkafuura.wordpress.com/2015/10/11/mathemagics/
Tradução: Marcela

 

Owarimonogatari - 03 - Large 02

Marcela: E o culpado é… TAN TAN TAN TAN! Araragi Koyomi, o cara mais DENSO do pedaço ou Sodachi Oikura, que fez o que toda mulher faz na vida e espera mais do que os homens podem compreender? O amor pela matemática, um pedido de socorro silencioso, ax² + bx + c = 0! Essa fórmula não significa nada, mas depois de tanta matemática quis colocar pra enfeitar! Resumindo o episódio pra vocês que, sei lá, ainda não viram: “PORRA, ARARAGI”, sendo repetido por mim a cada 5 segundos.

Raigho: E-Ei, tem uma galera meio densa nessa vida, poxa. O conto de fadas da… fada da matemática ou a história do garoto medíocre que continuou a ser medíocre? Questões. Sejam bem-vindos a mais um Ougimanal! Acho que fazia um bom que não falávamos de forma tão DEEP sobre os personagens, tinha episódio que até dava para ir de boa, mas aqui tá foda. Puro, gentil, honesto… Araragi Koyomi era seu garoto normal. Ou meio anormal né, já que tinha o papo de justiça. QUERO DIZER, você tá na sétima série e tem um surto nervoso porque “não está aprendendo na justa causa do aprender”. Tipo, moleque. Shinbo andou reassistindo 007.

Marcela: … Errrr. Talvez eu tenha passado por coisa parecida na sétima série, com licença? NA VERDADE, crianças se acalmem um pouquinho que tô tendo um flashback da minha vida e preciso compartilhar! Na sétima série foi quando eu mais fechei provas de matemática (AKA acertar tudo), coincidentemente eu não tinha amigos IRL, tipo, nenhum. Bons tempos, matemática da 7a série é pura algébra, uma delícia deliciosa, então eu até entendo o Araragi. Mas porra cara, ele é muito denso, nossa. Esse episódio inteiro você já sabia a resposta antes da Ougi dizer, cara! Na verdade, esse episódio todo é uma resposta àquele surto da Sodachi no episódio anterior. Senhoras e senhores, está aí o motivo da Sodachi ter ficado tão puta. Tudo começou com a cartinha do problema do Monty Hall. Aliás, vou deixar a letra da opening aqui no começo pra vocês verem o quanto ela deu spoiler do arco sem ninguém perceber.

Owarimonogatari - 03 - Large 06

Raigho: “A resposta que deveria ser mais correta do que qualquer outra…” bem, não como se fosse tão óbvio assim, até porque a Ougi leva tudo por um certo bias… enviesado.  E sim, o problema de Monty Hall teve “tanto” destaque no último episódio por isso mesmo, foi a primeira conexão do Araragi com a Sodachi. Eu gostei do tom dessa primeira metade do episódio, eu tinha dito a Macchan “tom fabular”, mas conto de fadas cai melhor. É como se lembrar de algo com nostalgia, o lugar inteiro brilha, algumas falas da Sodachi surgem como letreiros; nesse momento tem aquele corte rápido pra Ougi achando graça de algo, bem deboche e o Araragi todo “…”. A Sodachi era um amorzinho, meu deus, tfw Araragi falhou em proteger aquele sorriso. (Ou não porque a menina ferrou o rolê também)

Marcela: Sodachi ferrou o rolê nada, sou totalmente time anti-Araragi nessa situação, mas vamos voltar a estupidez dele depois. Uma coisa interessante que deu pra perceber nesse flashback é que, se fosse outro anime, a história entre eles pareceria o começo perfeito pra uma história de amor. Protagonista encontra garota misteriosa com condições peculiares, algo forte faz uma conexão entre eles e um dos dois desaparece abruptamente, somente para se encontrarem anos depois. Claro que isso é Monogatari, então nada vai ser tão previsível e simples desse jeito. Primeiro porque, não é uma história de amor. Aliás, o relacionamento Araragi x Sodachi é complexo, especialmente por termos que depender da narração do Araragi, que até alguns dias nem lembrava direito da menina. Estamos atravessando um campo minado pra tentar determinar o que aconteceu e quem é o culpado. Não é mesmo, Raigho Watson?

Raigho: Desculpe, mas a menina errou sim. Não se pode ter expectativas a respeito de um assunto tão delicado e “tó, resolve aí que deu ruim pra mim”. Quando o Araragi disse: “A Matemática é minha única esperança/saída” no episódio 2 agora foi uma escolha de palavras muito precisa. A matemática FOI a esperança dele, e achei legal que o encanto veio não só do esforço da Sodachi, mas tudo era “brincadeira”.  A identidade de Euler, tudo ressoa ainda mais com os diálogos anteriores. E PRINCIPALMENTE o motivo pelo qual a Sodachi ficou puta com o Gahara… porque ela não esperava nada do Araragi. E a Sodachi caiu nesse erro de achar que ele a salvaria. Esse episódio é tipo “tradução dos episódios anteriores”. E por mais que a loli Sodachi disesse “não, de boa, precisa retribuir não” ela esperava algo.

Owarimonogatari - 03 - Large 21

Marcela: Todo mundo espera algo de alguém. Sempre. Expectativas são algo que podem facilmente destruir uma pessoa… É tipo apostar, sabe, só que o que está em jogo não é dinheiro, são os sentimentos de alguém. Sim, talvez a Sodachi tenha esperado demais do Araragi, mas ele também não foi muito… Ingênuo? Uma garota que subitamente te convida a ensinar matemática em uma casa enorme que parece abandonada e pede pra que você não pesquise sobre ela é um claro pedido de “por favor, me note senpai“. Até um menino de 13 anos saberia isso. Os dois estão errados, mas sinceramente MESMO acho que o Araragi foi babaca. Ele podia ter se importado mais com ela… A Gahara foi outra história, ela já tinha se decepcionado (Kaiki) e por isso não esperava nada de ninguém mais, antes que apareçam pessoinhas dizendo que ela é melhor que a Sodachi. Mais absurdo ainda é o Araragi ficar abismado pela Ougi dizer que a garota “misteriosa” do flashback era a Sodachi. Tipo, quê. Porra, Araragi.

Raigho: Mas a Sodachi sumiu do nada, como ele mesmo disse. Ele foi puxar assunto e a menina estabeleceu as normas! Ok, era parte do “Monty Hall” ainda, mesmo assim! Enfim, o Araragi parte em busca da Sodachi e não a encontra, o intrigante é a forma como ele coloca o resultado disso: “eu a achei assustadora”, enquanto a câmera mostra toda a Sodachi de costas.  E ele confessa que tudo voltou ao normal, mas ela deu algo a ele, a vida. Mostrou que tinha algo interessante e ele conclui ainda afirmando que se tornou ainda mais ferrenho da justiça. “Do que você é feito?” de matemática. Do verão. Em muitos sentidos, ele não sabia que ela era o motivo dele ser feliz. Indiretamente, mas teve um papel fundamental.

Marcela: “Eu odeio pessoas que não sabem o motivo da própria felicidade”. Essa frase sozinha no episódio 2 realmente nos faz pensar um pouco, mas agora com esse contexto é tão óbvio. Tão óbvio que a Sodachi ainda carrega esse verão de maneira tão forte no coração dela, e tão óbvio que ela ficou insanamente machucada por ver aquele menino que estava desesperado com as notas de repente feliz, por algo que ela fez e… Nem sequer tendo uma ideia de que foi ela. Sem sequer agradecendo quando se encontraram anos depois.  “Do que você é feito?”, ela em todo aquele surto tentando desesperadamente fazer a memória do Araragi voltar. Se ele entrou no Naoetsu, conheceu a Hanekawa, conheceu a Senjougahara, salvou ela, começou a namorar com ela… Tudo começo ali, naquele sotão. Porque ele melhorou as notas, porque desenvolveu esse senso de justiça (salvar a Kiss shot, salvar a Gahara)…

Com esse clima pesado a Ougi tira graça satirizando o encontro dos dois. Nisio e o humor dele nos melhores momentos, nunca falha.

Owarimonogatari - 03 - Large 18

Raigho: “Monogatari não faz sentido”, amigx, faz sentido até demais. Tudo ali está ligado nos mínimos detalhes. E SIM, “Aohagatari”, nas banca mais próxima de você nos próximos meses, fiquem ligados! selo Editora OtomeGatari. A Ougi sacaneia o Araragi muito bem, digo, “oi você queria a menina chegando te abraçando vamos fazer disso um shoujo”. Eu adoro o Shinbo, eu amo a Ougi, esse humor ácido. E acho que é o primeiro episódio com esse humor assim, isso porque a brecha é da Ougi!

Marcela: Falamos tanto de expectativas e finalmente a resposta pro problema da Sodachi, o que ela esperava do Araragi no final de tudo… Ou não? Novamente a Ougi vai guiando o Araragi pelas próprias memórias dele. Depois de ouvir tudo, ela segura na mão dele e vai mostrando e explicando cada coisa. O Raigho me perguntou o que era a coisa lá atrás que ficava aparecendo na parede – bom, é um metrônomo, aquela parada que pessoas que tocam instrumentos (tipo eu) usam pra demarcar um ritmo. E por que um negócio deles lá? Porque a Ougi que dita o ritmo das coisas. A Ougi que diz de onde eles vem, pra onde vão, o que vão fazer, o que pensar. Ela é o metrônomo do Araragi, digamos assim.

Owarimonogatari - 03 - Large 20

Raigho: Sim, sasuga, Neko! Eu realmente não tinha captado um possível sentido daquele objeto, tanto que nem lembrava o nome dele, faz sentido ser algo que “mede” o ritmo. Principalmente na hora do questionário onde ZILHÕES daquele treco surgem… e caímos no velho e bom assunto de Monogatari: Famílias desestruturadas. Eu não sei se coloquei nesses termos, mas, a Ougi só sabe coisas que o Araragi tem consciência. Ela não sabe nada que ele não saiba, é sempre ele quem sabe as coisas. “É você quem sabe”, sempre. Bom, a situação da família da Sodachi já era bem desestruturada naquela época, tanto que quando vão mostrando aqueles prismas temos isso refletido, o Araragi cresceu em um ambiente feliz, e a Sodachi? Aí é que está o problema.

Owarimonogatari - 03 - Large 26

Marcela: Adorei a parte do envelope vazio, aliás. Uma mensagem simples e curta da Sodachi pro Araragi: “vazio e decepcionante”. Sim, aquele garoto no qual ela depositou esperanças, com medo dela mesma denunciar a família, falhou em perceber isso, aproveitou do conhecimento dela e ainda teve um desenvolvimento feliz (drama de vampiro a parte). A “mensagem de despedida” dela, digamos assim, foi fenomenal. E por que a Sodachi não disse quando eles se encontraram que era ela a garota? Poxa, nem precisa pensar muito… Depois de ter influenciado tanto a vida de alguém, o mínimo que se pode esperar é que ela lembre seu rosto. Mas nem isso… E nem no julgamento de classe o Araragi fez justiça pra ajudá-la. Simplesmente oportunidades perdidas demais pro Araragi fazer as pazes com ela. Mas afinal, será que essa conclusão do mistério Sodachi x Araragi é certa? Entra Hanekawa Tsubasa novamente, pronta para assumir o posto de detetive e encarar essa “teoria” da Ougi.

Raigho: “Eu sou feliz, realmente feliz. Mas me odeio um pouco” “E eu te amo na mesma proporção desse ódio”, isso aqui em Owari-3 vira praticamente Shakespeare. Esse final de Enigma Sodachi (pelos próximos 3 episódios teremos “Sodachi Perdida) marca bem o novo tom, a Hanekawa já fica meio… ressabiada? Sim, ressabiada. “Oshino Ougi… a sobrinha do Oshino-san”? E ela menciona “okay, mas como a menina sabia que seus pais são policiais?” e percebemos que a Ougi tem certos probleminhas, ou melhor, ela induziu o Araragi a certa conclusão, mas as próximas portas que serão abertas vão mostrar o quão tola essa história é. Aquela cena final do Araragi “olhando para dentro de si”… sensacional.

Marcela: Um final bem “cliffhanger” comum a essa temporada, em que bate aquela ansiedade pelo próximo episódio. Mal posso esperar pra Hanekawa Hanekawizar a coisa toda.

Raigho: Nova opening provavelmente, amém. Acho que podemos encerrar esses comentários sangrentos! Há!

Marcela: … Essa piada idiota do meu caro Raigho foi porque no meio de nós comentando o nariz dele começou a sangrar aleatoriamente e ele me fez ficar igual uma idiota preocupada. Podem dar rage em cima dele nos comentários, eu agradeceria muito.

Raigho: EEEEEEEEEEH?! D-Desculpa ;A;

Owarimonogatari - 03 - Large 35

Ficou perdido de novo? Tem teorias bacanudas? Quer fazer rage em cima do Raigho? Comente e faça tudo isso lá embaixo!

Advertisements

9 thoughts on “Comentários Ougimanais #03 – A resposta perfeita

  1. Não sei se mais alguém acha isso, mas Ougi nesse episódio me pareceu bastante ser um “oposto” da Hanekawa (assim como Sodachi e Senjougahara parecem opostas também).

    Hanekawa: “Eu não sei de tudo, só sei o que sei” (eu sempre duvido disso xD).
    Ougi: “Eu não sei de nada, você é quem sabe” (também duvido muito disso, hm…).

    • na minha opinião a ougi ta mais como um oposto do proprio araragi por frases do tipo”eu não sei de nada,é você quem sabe” e “eu te amo na mesma proporção do seu ódio”, é quase irresistível pensar que a ougi está limitada a ele( da mesma forma que a neko tinha os limites ‘mentais’ da hanekawa ) mesmo que com um propósito distorcido.
      quanto à sodashi…é meio assustador pensar nos problemas de familia que ela teve pra ficar monomaníaca desse jeito.

  2. De fato, com as falas finais da Hanekawa (:3), Ougi levou o Araragi a uma conclusão apresada, equivocada, errada(?), mas as memórias do Araragi são de fato tão confiáveis assim? Esses três últimos epis nos mostram que ele não é um dos melhores narradores desse universo.

    Oks, é indiscutível negar q o menino calendário errou feio, errou rude ao nem ao menos reconhecer a Sodachi como a sua “fada da matemática”, mas é realmente possível colocar a culpa nele por não ter tomado uma atitude pra tentar salvar a família Oikura?

  3. eu to do lado do araragi, nao acho q era obrigação dele perceber os problemas da sodachi , ainda mais sendo uma criança( sei la 9 ou 10 anos). eu nessa idade nao percebia nada de fora do meu circulo de conhecimento. e como ele mesmo disse, a matematica virou uma brincadeira para ele, ele viu naquelas aulas um parque de diversão( ngm vai no parque esperando encontrar uma pista sobre a crise economica) . agora uma coisa q ele ta errado é nao lembrar dela , porra araragi como e q vc esquece a mina q vc via todo dia kk

    • Eu reforço essa ideia, a marcela comenta no post que com 13 já é possível perceber as verdadeiras intenções por trás de uma atitude mas eu não acho que isso é verdade falando pelo lado masculino mesmo e eu não faço ideia do que se passa na cabeça das garotas mas se homens não notam nem mesmo detalhes como cor de cabelo ou de unha pintada, uma referencia dessa era quase impossível pra ele entender. Até por que o Araragi estava lá pra encontrar a esperança e o suspiro de vida dele(matemática) e sendo eu na situação dele eu não notaria também! Se eu estou indo bem, to conseguindo aquilo que queria pra que eu vou arriscar algo tão delicado quanto as regras que ela me impôs? Ele não tinha o senso de justiça como vocês disseram e não é como se fosse um shoujo onde ele se apaixonou e se interessou pela menina então ele fez o que achava certo, fez o minimo pra tentar recompensar a garota.

      Agora eu te pergunto: Se Sodachi tivesse aberto a guarda e aceitado os chocolates de bom grado será que esse interesse do Araragi teria sido despertado?

  4. Sangramento nasal? O que ele tava vendo enquanto fazia os comentários, hentai da Nadeko?
    Ougi é bem dominante não só sobre o Araragi mas também sobre os outros com quem ela teve contato, ela praticamente induziu a Nadeko a virar deusa

  5. O comentário da Marcela pareceu com o esteriótipo(citado)de opinião feminina haha.

    Espero que até o fim da série o Araragi chegue a um resultado por ele mesmo,seja ele glorioso ou doloroso.Esse sistema de “sempre depender da ajuda dos outros” ta começando a me irritar e,na minha opinião,desvaloriza muito o amadurecimento do personagem (se é que teve algum).Ainda vem a Hanekawa pra acabar com as chances do protagonista fazer algo notório

    Por alguma razão estou shippando AraragiXOugi,claro que não tanto quanto ShinobuXAraragi :3

  6. Gosto do humor da Ougi na mesma proporção que acho o Araragi estupido (na situação presente). Acho muito interessante o modo como ela o conduz, como se revelasse deliberadamente que a conclusão em que haviam chegado é um tanto quanto equivocada — não uma mentira —, impelindo o Araragi a ir mais fundo em busca da verdade.

Dê sua opinião!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s