Curta entrevista com o produtor de SAO… E comentários da Marcela

ByjDlIZCYAAB2loCacete Marcela, sai de cima de SAO, sai de cima do Kirito. Tá mais stalker que o DESU GUN da Sinon.

Yaho!

Falta de pauta? É, talvez.

Vocês sabem o quanto eu amo qualquer conteúdo relacionado a Sword Art Online, uma obra prima na escala de “ser ruim pra caramba” e como conteúdo de Monogatari tá em falta, vai SAO mesmo! … Se eu devo mudar o nome para OtomeSAO? Bom, vou pensar no caso. Vai ver até atrai mais público.

O papo é, saiu uma entrevista com o produtor de SAO, Shinichiro Kashiwada e o dublador do Kiritão, Yoshitsugu Matsuoka, ontem no Anime News Network, aquele site de notícias de animes/mangás amado e odiados por muitos, porém que ainda se caracteriza como a melhor fonte de informação desse nicho para nós ocidentais. Não pedi autorização pra galera lá porque ia demorar muito e perder o hype, então já sabem: o texto não é meu, nem a entrevista, é tudo propriedade da galera do ANN. Sorry ANN guys, I was too lazy to sent you an email, but you’re probably never gonna see this post anyway. Your credits on the interview, I’m just going to say shit about SAO.

Como achei algumas partes da entrevista bem dignas de comentários, resolvi traduzi-la e postá-la aqui… Com alguns comentários meus, claro.

Cortei algumas das perguntas porque eram muito nicho-específicas que ninguém se importava, mas vamos lá.

A ~Entrevista~

Shinichiro Kashiwada x ANN

ANN: As vendas de Blu-ray e DVD de SAO II, apesar  de serem boas para o padrão dos animes, ainda consiste em apenas metade do que foi vendido na primeira temporada. Estava sendo esperado tamanho decréscimo? 

Kashiwada: Então, tem algumas séries nessa temporada como Uta no Prince Sama Love Live! que vendem mais, e enquanto as vendas são importantes pra mim, é mesmo o desejo de fazer algo importante e interessante que os fãs queiram assistir. Isso que é particularmente mais importante para mim.

MarcelaOu seja, o que ele quis dizer realmente foi que essa temporada foi uma bosta e realmente vendeu só metade do que SAO I, e jogou a culpa nas séries sugadores de dinheiro do momento. Como se o público que assiste Love Live!, aquele anime de idols que é uma cópia de Idolm@ster feita pela SUNRISE e que se masturba pra essas idols, fosse o mesmo público que assiste SAO e também se masturba para… Bom, a Asuna. O Kirito. Não sei, realmente não sei, opção sexual hoje em dia é tão importante quanto interação social em uma refeição. O fato é: o produtor quis dar uma de espertinho meramente dizendo que “tem coisa que vende mais”, sendo que se SAO II fosse mesmo bom, não precisaria se preocupar com garotinhas dançando e cantando. É.

ANN: Apesar da queda nas vendas, SAO continua sendo muito popular, então mais animações são esperadas pelos fãs. Já foi discutido seriamente o quanto mais vai demorar para o aguardado arco “Alicization”, ou vão seugir o rumo das novels Progressive e do mangá?

Kashiwada: Bom, não posso divulgar exatamente o que estamos discutindo a respeito. As novels Progressive estão construindo uma história completa. Pessoalmente gostaria de ver o arco Alicization porque foi algo que ainda não foi feito.

Marcela: Confirmado Comentários SAOmanais 2.0, galera. Vai ter arco de aliciamento de menores sim.

ANN: Entre os fãs americanos, SAO II é considerado muito melhor que a primeira temporada. Como os fãs japoneses tem reagido?

Kashiwada: O arco de Gun Gale Online, que tem tanto armas de fogo quanto espadas, é algo mais familiar aos fãs americanos. Esse deve ser um dos motivos pelo qual esse arco foi particularmente mais popular nos EUA. Acho que o arco Mother Rosario foi mais popular no Japão pela situação da personagem da Yuki. Foi fácil para todo mundo simpatizar com ela. Por enquanto ainda não temos mais informações quanto a recepção dos fãs americanos de Mother Rosario. Gostaria de saber mais como eles se sentiram a respeito.

O arco de Aincrad, a premissa que quando você dá game over você morre, são coisas que qualquer um ao redor do mundo se impressiona. Acho que esse é o ponto de venda de Sword Art Online.

Marcela: Primeiro ponto – viram aquilo lá em negrito? Bom, originalmente não tava assim tão realçado, mas eu quis apenas destacar esse preconceito insanamente cômico do produtor de SAO. “Ah, GGO tem pistolas, metralhadoras e tal, os yankees gostam dessas paradas mais que espadinha”. Pausa. Espera. Quê. Então tá me dizendo que se um anime tiver armas e McDonalds ele vai ser um HIT IN AMERICA? Alguém podia ter avisado isso pra galera de Beck! Claro, não tamos falando da nossa América e nem quero defender os gringos lá. Só que… Achei engraçado o quão simples e estereotipado foi esse pensamento. Como se os americanos se importassem mais com armas, pew pew, e os japoneses fossem mais maduros emocionalmente para um arco (muito bosta) como Mother Rosario.

Ah, e curioso ele mencionar Aincrad! Curioso mesmo ele mencionar aquela história toda de morrer no jogo e morrer na vida real! Pena que eles tiraram completamente essa ideia que, cof cof, é o ponto de venda de SAO, de todos os outros arcos né?

M-m-m-m-mas Marcela, o DESU GUN…

Calma lá, fã nervoso. O DESU GUN atira no jogo mas mata na vida real, tudo isso sincronizado. A gente tá falando de você levar last hit de um Poring e fritarem o seu cérebro. Bacana como o ~ponto de venda~ da série foi abandonado.

A parte do dublador lá não teve nada de interessante. Mas achei curioso esses detalhes da entrevista com o produtor. Foi um post curto, mais pra encher linguiça mesmo e porque fiquei com muita vontade de falar mal de SAO. É tipo crack, não dá pra entender, mas não dá pra desviciar.
O próximo post vai ser uma review do primeiro jogo de terror que eu tive coragem de terminar – e pasmem, ele é japonês e feito em uma plataforma semelhante ao RPG Maker! Se quiserem saber mais a respeito, o nome do jogo é Misao. Tem tradução para o português, pesa uns 40mb e é bem rápido de zerar (eu zerei ao longo de uma manhã de aulas e laboratório, por exemplo). Vale… Muito a pena. Confiem em mim. Se não confiam, esperem a review e, se jogarem, leiam a review também!
Dica: se forem jogar Misao, coloquem o nome de vocês no personagem. Ou Marcela, já que a protagonista é uma garota. Vai ficar 10x mais engraçado.
Advertisements

5 thoughts on “Curta entrevista com o produtor de SAO… E comentários da Marcela

  1. SAOmanal!!! ❤ Eu parei de ver SAO depois do arco das fadinhas, porque previ que ia ficar igual Percy Jackson, eterna repetição das mesmas ideias (só que sem a única boa ideia). Mesmo assim, não consegui parar de dar uma olhadinha em algumas doses de hate da Marcela.
    Enfim…


    Eu pensei que ia ter mais alguma coisa pra falar, mas não tenho. Tchau.

  2. Estou ainda ocupado, mas só vim aproveitar a chance de falar mal do SAO enquanto da.

    SAO é ruim pra caralho, tanto o jogo quanto o anime (e LN novel só foi legal quando eu li, e foi a primeira light novel que eu tinha lido na minha vida, e digo jogo é os mmos dele) fala sério, um dia parei para analizar um pouco o mmo do Sword Art Online, engraçado não pode ter arco ou magia, pois falam que é coisa diferente da ideia, mas ter machado e lança podia? se fosse assim chamava Melee Art Online, sem falar que era um jogo hardcore sem healer, legal pra carai :v, se quer ver um mundo foda de MMO, leiam Legendary Moonlight Sculptor, esse sim e pensar em um MMO foda. E vou embora antes de falar dos das Fadas antes que eu fique puto, fui :v

    • Fadas é vida. ❤ Estou um pouco exitante com esse tal de Sculptor. To meio que traumatizado com todo o anime/manga de mmo que já li. Ctz que é bom?

  3. Desu! Eu acho que eu me diverti mais pelo rage dos comentários do que pela entrevista em sim. xD

    “Como se o público que assiste Love Live!, aquele anime de idols que é uma cópia de Idolm@ster feita pela SUNRISE e que se masturba pra essas idols, fosse o mesmo público que assiste SAO e também se masturba para… Bom, a Asuna. O Kirito. Não sei, realmente não sei, opção sexual hoje em dia é tão importante quanto interação social em uma refeição.” Really, morri com essa parte. Vou até salvar uma print para guardar no kokoro. Kkkk

    Agora depois de zoeiras, punhetas e esteriótipos, eis minha opinião. SAO II realmente desviou bastante de sua premissa inicial, por isso não teve aquela aceitação tão grande como teve a primeira temporada. Apesar de algumas burradas, tipo o Kirito dando uma de Fucking Sherlock Holmes para descobrir quem era o Desu Gun e outros pequenos pontos, eu classifico SAO II como boa. Nada extraordinário mas que dá para se divertir bastante.

    P.S.: Estarei esperando a review para ver se me anima a jogar. Não sou muito fã de terror, mas amo ver os outros tomando susto. Adhashfsahf

Dê sua opinião!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s