Porque Chrono Trigger continua sendo o melhor RPG de todos os tempos

Chrono-TriggerE não seria exagero chamá-lo de melhor jogo de todos os tempos.

Yaho!

Absoluta certeza de que sentiram minha falta. O Raigho explicou na nossa página no facebook (se você não deu sua curtida ainda, é só clicar bem ali do lado) que minhas aulas na UFPA já começaram e, ao contrário dele, faço Engenharia da Computação, vulgo exatas. Nosso amigo lupino é um nobre admirador de humanas e cursa Letras, portanto, já podem imaginar quem é o mais ocupado com afazeres da universidade.

Pois bem, o que eu faço e deixo de fazer com minha calculadora científica não é da conta de vocês.

Início de ano significa coisas novas, mas também pode ser aquele momento de você conhecer coisas velhas. Não, não estou falando pra você pegar a avó do seu amigo, apenas dizendo que tem muitas jóias antigas que só vão ficando melhor com o tempo – jogos, animes… E, entre os jogos, tem a jóia mais linda de todas, que apresento para os que não conhecem e relembro pros que não zeraram ainda: Chrono Trigger!

O Trigger

unnamed (1)Chrono Trigger é um jogo da Square antes dela virar Enix, mais conhecido por ter o famoso “Dream Team” trabalhando no seu desenvolvimento:  Hironobu Sakaguchi (produtor da série Final Fantasy), Yuji Horii (diretor da série de jogos Dragon Quest), Akira Toriyama (responsável pelo character design), o produtor Kazuhiko Aoki e Nobuo Uematsu (autor das músicas de Final Fantasy). Sim, você leu corretamente, o Akira Toriyama desenhou os personagens. Preciso ressaltar ainda mais o quanto Dream tem esse jogo?

O jogo foi lançado em 1995 pra SNES, depois foi ~remasterizado~ com cutscenes, porém um tempo de carregamento estupidamente alto pra PS1 em 1999 e ainda outro remake para Nintendo DS, em 2008. Como pode ver pela imagem acima, o jogo também recebeu um port para celulares. E como um port pra PS1 de um jogo de SNES pode demorar tanto pra carregar? A verdade é que na época que foi lançado, era um dos jogos que mais exigia processamento e outras parafernalhas técnicas do console.

Graphics, such graphics

chrono-trigger-trial-marle-stained-glassNesse momento um de vocês pode vir e falar: Mas Marcela, esse jogo é todo pixelado, 2D, como você pode gostar do gráfico dele? Sua fã de pixel art pseudocul-

Calma lá, meu amigo revoltado. É verdade que Chrono Trigger tem gráficos “adequados” pra época na qual foi feito e hoje em dia, com tanto empenho posto em imagens de alta definição, qualquer pessoa que ainda curta esse estilo é taxado de pseudocult.

MAS!

Olhem bem para as imagens.

vila-de-truce21 chrono-trigger-apple-iphone-ipad-ios-screenshots-3Caso você não tenha percebido, o jogo tem uma quantidade de detalhes insana para um jogo de SNES! Repare bem em como os personagens são construídos tendo uma escala adequada, sem falar nos detalhes nas roupas e no corpo. Grande parte dos jogos nessa época os sprites (apelido carinhoso dado para os personagens ingame) mal tinham pernas. Sim, muitos são repetidos em Chrono Trigger, mas para as capacidades de um SNES e de pixel art, são muito bem detalhados. Os personagens principais e alguns outros NPCs inclusive esboçam reações, algo que quase não existia em boa parte dos jogos desse porte.

O mapa, em aspectos de ambiente tem um detalhamento também muito bom. Os personagens inevitavelmente ficam menores e com menos detalhes, isso é verdade, mas o foco é dado as construções. O castelo de Guardia, a Igreja, até o Palácio de Zeal. Tudo muito impressionante! Nem os jogos de pixelart pseudocult chegam a esse nível de beleza. Vocês tem que admitir: dez anos depois e os gráficos de Chrono Trigger ainda continuam coloridos e lindos. E não estou nem sendo nostalgiafag.

Dat music

disc

 

Com algumas ds músicas mais memoráveis de todos os tempos, Chrono Trigger tem uma variedade musical enorme e de muito boa qualidade. Estamos falando do Dream Team. Cada personagem tem sua musiquinha, tem duas músicas diferentes para boss battle de maneira que você percebe quando as coisas estão ficando ~épicas~. Dependendo do mapa do mundo, tem uma música diferente também! Sem falar do tema principal.

Está permitido chorar.

Quem não dançou com Burn! Bobonga! Burn!?

Você já parou pra perceber como as vezes joga diversos jogos diferentes, mas parece que eles não tem identidade musical? Sim, existem as exceções com seus temas triunfais e que todos nós choramos e nos abraçamos ouvindo, mas por vezes você sente que está ouvindo a mesma música em diferentes jogos. Chrono Trigger é uma dessas exceções: você percebe a singularidade de cada tema e o quanto os compositores se esforçaram pra dar essa identidade ao jogo. Pode até não saber qual a música, mas só de ouvir com certeza dirá: “É de Chrono Trigger“.

Osistema de batalha inovador

 

ChronoTriggerInsideBlá, blá, RPG de turno. Tem muita gente que odeia, isso é verdade. Mas vocês sabiam que esse sistema de batalha de Chrono Trigger é único?

Primeiro de tudo, não tem random encounters. Ou seja, você não fica andando pelo mapa tentando chegar no boss e rezando pra tela não piscar e aparecer um grupo de monstros para ser derrotado. Isso é ótimo, porque faz com que você possa facilmente andar através do mapa e pegar possíveis tesouros que deixou de lado! Sim, existem certos locais onde a batalha é inevitável, mas ela ocorre na tela mesmo, sem piscar e carregar outro cenário – específico para a luta.

CHRONOSegundo, os inimigos se movem pelo campo de batalha. Sua equipe permanece no mesmo lugar, mas a movimentação dos monstros pelo local dá um toque de realidade maior para a luta! Não há restrições quanto a distância do seu golpe, você pode acertar o inimigo não importa o quão longe ele esteja, mas dependendo de como os monstros estão, você pode usar habilidades que acertam mais de um de uma vez só. Ou seja, não fica limitado apenas a uma habilidade que tenha só um target ou ataque todos. Isso permite que você pense em estratégias na hora de enfrentar múltiplos inimigos, mas diferentes entre si e com fraquezas diferentes.

Falando em habilidades, isso me leva ao terceiro ponto: os personagens crescem juntos. Ao longo do jogo, você vai ganhando tech points que vão destravando skills novas, porém, seu personagem não fica isolado durante a luta, ele pode combinar certas habilidades com a de um aliado. São as dual techs ou triple techs, skills que variam dependendo de quem você tem no seu time. O protagonista, Crono, tem dual techs diferentes com cada personagem, assim como cada um dos outros personagens jogáveis tem combinações diferentes. Assim você tem mais opções de party.

Ah, a história

blackwindChrono Trigger tem uma das melhores histórias de RPG de todos os tempos.

Cada vez mais jogos saem, com premissas de histórias cada vez mais milaborantes. Entretanto, ao longo dos anos o marasmo se estabelece e você parece estar jogando o mesmo jogo. Quando não, a história é tão mirabolante que não faz o menor sentido, nem pra quem fez o jogo. Buracos no plot, explicações que não vieram, personagens inúteis e irritantes.

Em 1995, no entanto, uma verdadeira obra prima foi feita.

Muitos RPGs vão e vem, e suas histórias vão e vem também. Especificamente falando de RPGs japoneses, os JRPGs, as histórias tem tendência a quererem ser filosóficas demais (né, Final Fantasy novos) e expandir em um campo mental que acaba sendo forçado e não fazendo muito sentido. Os personagens são copiados ao longo dos jogos, mas com nomes e roupas diferentes: o cara que é silencioso e sério, a menina animada demais, uma outra tímida, o cara engraçaralho, etc.

Chrono Trigger foge desse aspecto: a história não promete muito a início. É bem simples. O protagonista silencioso encontra uma garota e o sino do amor eterno toca quando eles esbarram um no outro. Clichê, até. O que você não espera é como a história vai progredindo em um ritmo natural, cada acontecimento diretamente ligado ao outro, sem que você se pergunte “espera, mas por que diabos isso aconteceu” – o jogo explica por si só. Os personagens são divertidos e carismáticos: Lucca, a Bulma de Chrono Trigger, Marle, a menina animada mas que não é chata… E tem outros que não vou falar, mas que são DEMAIS também.

Lá está você indo pra feira em comemoração aos 400 anos de paz e 1000 anos do reino, e de repente viaja no tempo! PA, POW. Depois, descobre no futuro que o mundo vai acabar, e fica viajando no tempo até tentar descobrir como reverter isso, encontrando pessoas e mudando suas vidas!

SIM, é uma história de viagem no tempo, porque viagens no tempo são ÓTIMAS! Além disso, você tem várias e várias sidequests em que o futuro pode ser alterado! Será que aquele deserto não poderia ser uma floresta? Monstros e humanos não podem conviver em paz?, Entre outras tantas sidequests com um desenvolvimento dos personagens que você controla e mudanças palpáveis do futuro. A inevitabilidade não existe em Chrono Trigger, e o sentimento de ver as coisas irem mudando pra melhor são ótimas.

Ah, e eu comentei que o jogo tem treze finais? Isso mesmo. TREZE. Nenhum jogo na época tinha isso e até hoje os jogos mais modernos dificilmente tem finais diferentes – quando tem, é algo extremamente maniqueísta, tal qual Infamous. A possibilidade de finais diferentes continua sendo algo tradicional dos japoneses e são poucos os RPGs e jogos ocidentais que conseguem realmente trazer esse aspecto de uma maneira positiva, como os jogos da Bioware (Dragon Age, Mass Effect).

Então…

Chrono_Trigger_Artwork3Então que o jogo é ótimo. Não estou exagerando nem um pouco e não vim aqui pra criticar qualquer aspecto dele. Chrono Trigger não é um Ocarina of Time, que você joga naquele momento, acha foda, mas percebe que já tem coisas melhores.

Não.

Chrono Trigger continua sendo uma obra prima até os dias de hoje e dificilmente qualquer jogo da atualidade vá fazer você se sentir tão realizado quanto ele. Tem muitos jogos saindo, você pode jogar vários, mas eventualmente vai esquecendo da existência deles. Chrono Trigger marca na sua memória: seja quando você jogo ainda criança e ouviu o horrível grito da mãe da Lucca por não acertar a senha, ou seja quando você estava na sua aula de Física I jogando no celular o emulador de SNES. Ele é simplesmente mágico assim.

O título diz que ele continua sendo o melhor RPG, mas posso afirmar tranquilamente: Chrono Trigger é o melhor jogo de todos os tempos. Como eu só tenho vindo aqui pra falar mal das coisas, gostaria de expressar meu amor sem fim por essa maravilha da humanidade. A única coisa que me deixa triste é que talvez nunca seja feito algo tão bom quanto ele. Bom, jogarei de novo. E de novo. E de novo. É aquele tipo de coisa que você faz mil vezes e se diverte nas mil vezes. É o Chaves dos jogos.

Por isso, aproveite seu Carnaval pra zerar essa relíquia. Aposto que nenhum de vocês vai sair de casa pra comer alguém mesmo. Por que não subir na Epoch pela primeira, ou quem sabe uma segunda vez, e aproveitar essa viagem no tempo?

Chrono-Trigger-Epoch

Advertisements

20 thoughts on “Porque Chrono Trigger continua sendo o melhor RPG de todos os tempos

  1. Ora o que dizer de Chrono Trigger? É um dos jogos que mais me marcou e provavelmente o único que me me fez realmente gostar de todos os personagens (tá bom eu larguei a Marle no fim do tempo depois que encontrei o robô, mas enfim) e desenvolver uma história que me fizesse ficar tão envolvido, sim ele me ele me fez ser expulso de sala várias vezes e quase matar uma pessoa que apagou meu save enquanto eu jogava no celular, fez eu me sentir livre em mundo que você pode literalmente vasculhar por inteiro e o mais importante tornou-se um jogo mesmo daqui a décadas ainda vai surpreender muitos jogadores.

    Falando da qualidade técnica do jogo eu ainda me assusto em pensar que ela ainda consegue ser bastante superior aos jogos atuais, não me refiro é claro aos gráficos (ainda que sejam incríveis), mas a chance de realmente alterar o mundo e a vida dos personagens. Ainda lembro de como eu fiquei emocionado quando eu salvei a mãe da Lucca e como fiquei feliz em restaurar a floresta, eventos que parecem simples, mas que demonstram como os produtores realmente se importaram com todos os detalhes para fazer com que a viajem no tempo realmente tivesse consequências. Tipo até se você der um pedaço de carne pra uma mulher isso vai alterar o futuro de alguma forma, é incrível.

    Quando se fala de Chrono Trigger se fala de um jogo de possibilidades, depois de um tempo você começa a decidir que missões cumprir, com que personagem jogar, quando enfrentar o boss final e o quanto mudar o mundo até lá, você passa a ser o dono da própria aventura. Recomendo a qualquer um que nunca jogou que jogue o quanto antes.

    p.s. Todos os xingamentos possíveis à Square que interrompeu duas tentativas de fãs remasterizarem o jogo em HD porque estava ficando “profissional demais”.

  2. Nossa…. bateu uma nostalgia aqui kkkkkkkk’

    A primeira vez que joguei Chrono Trigger eu tinha por volta de 8 anos, hj já com 21 devo ter jogado o jogo pelo menos mais umas 4 vezes… e nunca zerei, triste eu sei. Acho q o mais longe cheguei foi até a primeira vez q vc vai pro passado pré histórico. Apesar disso ser comum em mim em RPG’s, acho eles irados, massavéio, mas dificilmente zero (qualquer jogo na verdade, acho q os únicos q zerei foram alguns dos pokemons kkkkkk’).

    Mas o q mais me marcou de fato em CT foram as músicas (uma na verdade), lembro até hj, logo no começo, numa parte em q vc está na prisão. A música das batalhas ali eram épicas, lembro q estudava de tarde, e tinha jogado de manhã justamente nessa parte, quando estava indo pra escola, fui contar para os meus primos tod empolgado q ia junto comigo justamente sobre aquela música, até tentei imita-la com a boca (não deu muito certo)… bons tempos, boas coisas.

    CT de fato, é um jogo maravilhoso 🙂
    Acho q vou baixa-lo aqui e coloca-lo no meu 2DS kkkkkkk’ XD

    p.s.: Ta fazendo eng.? Relaxa, depois piora, como posso afirmar isso? Faço eng. civil, e estou no 5º periodo e posso te garantir q sempre tem um jeito de piorar 😉 kkkkkkkk’

  3. só tive a oportunidade de apreciar esse incrível obra recentemente entretanto isso não me impediu de perceber desde os primeiros minutos, que logo se tornaram horas, o quão magnifico esse jogo é com suas musicas memoráveis, personagens cativantes e historia empolgante. Sempre ficava maravilhado a cada revelação que conecta as diferentes eras daquele mundo fantástico. Infelizmente por conta do vestibular acabei adiando a emocionante batalha final, entretanto depois de ler esse depoimento apaixonado sobre essa obra fantástica, o desejo de concluir esta aventura esta de volta e é isso que pretendo fazer antes de começar as aulas da faculdade, e quem sabe jogar mais uma vez desde o começo.

    p.s.: UFPA… quem sabe nos encontremos por ai, ou não Marcela-senpai

  4. Pingback: Revisitando a trilogia original de Ace Attorney e… TAKE THAT! Continua perfeita | OtomeGatari

  5. Simplesmente uma obra prima quero que meus filhos ,meus netos meus bisnetos e toda minha geração jogue esse game , que com certeza ainda será lembrado por muitas gerações!

  6. Já joguei tudo quanto é tipo de jogo ao longo dos meus 30 anos e afirmo aqui, nenhum deles superou Chrono Trigger para SNES. Sabe por que? Um jogo para um console de 8 bits cheio de limitações e ainda conseguiram inovar tanto em todos os aspectos: Tem gráficos legais para a época, quase tudo tem movimento, os inimigos se movem pelo mapa, o sistema de batalha ativo é muito legal (tanto que foi usado mais tarde em Parasite Eve de PS1) as batalhas são bastante dinâmicas tanto no sentido de estratégia, pois existem inimigos com pontos fortes e pontos fracos que até variam, quanto no sentido visual, pois os golpes e magias são executados mesmo pelos personagens, não apenas jogos de luzes sem movimentos. Por último a história, que dispensa comentários, com toda a trama do tempo, dobras espaciais, com até fundamentação em teorias reais! Parabéns até hoje “Dream Team”!

  7. Ah, sem contar que é um jogo que tem até “mini games”, como as brincadeiras na Praça Leene, a corrida, a competição de soda, a tenda dos horrores, o gato de lata, a corrida de moto no Lab 32, isso para a época foi mais do que inovação, foi exclusividade!

Dê sua opinião!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s