12 Dias de Otomegatari – 4° Dia: “Aquela História de Amor no Mercado”

12 Dias de OtomeGatariUm ótimo filme daquele anime que você não assistiu.

Yaho!

Alguém lembra de Tamako Market?

86493380_XSTá bom, entendi, ninguém viu o anime. Justificável, foi uma das coisas mais aleatórias que a KyoAni – aquele estúdio de K-On! – fez, depois de Free!, óbvio.

Mas pra “compreender” o filme você nem precisa ter visto o anime, porque a história de um e outro se relaciona pouquíssimo quanto aos detalhes e o filme te traz um apanhado geral muito bacana. Por isso, como meu segundo anime deste ano muito meiomerda que foi 2014, trago Tamako Love Story.

Tamako Love Story

É um romance entre dois adolescentes.

Ponto.

Não tem nada de especial. Nenhum deles está morrendo de câncer, ou tem superpoderes, nem sequer um triângulo amoroso eficiente (coitada da loira lésbica). É apenas e somente uma fofa e linda história de amor entre dois jovens bem “puros”, digamos assim.

Se é tão simples, por que diabos mencionar em primeiro lugar?

Porque… Bom. Tamako Love Story é um conjunto de fatores atuando juntos pra trazer uma sensação boa no espectador. A animação não está lá pra te deprimir com uma história simples e tampouco surpreender com algum plottwist inovador… Você sabe como vai acabar. Mas, é exatamente por isso que é um filme tão delicioso de assistir: Tamako Love Story cumpre exatamente o papel que tem e nada mais nada menos que isso – fazer você se sentir bem.

Pra quem lembra do anime, sabe que o Mochizou, vizinho da Tamako, é apaixonado por ela. Aquele tipo de paixão que todo mundo sabe menos a pessoa amada. Só que já no final do Ensino Médio ele decide que não pode deixar seu amor ficar não correspondido pra sempre e se declara pra Tamako – que, imatura do jeito que é, não aceita bem isso. O filme então, não é sobre a luta do Mochizou pra se declarar, e sim a Tamako aceitando os sentimentos dele e os dela diante dessa situação inesperada.

É uma delícia de assistir, de verdade. Todo mundo já passou por isso – talvez não no terceiro ano do ensino médio, mas ao longo da sua vida, quem sabe lá pros seus 30 anos… Digo, todo mundo já passou por isso: as incertezas de um primeiro amor, aquela confusão toda. Ficar rolando na cama abraçado com um travesseiro, pensando naquela pessoa, esperando que ela esteja fazendo o mesmo. É assim que a Tamako e o Mochizou ficam. A Tamako fica ainda pior, porque ela era do estilo “quero que tudo fique como está”, só que menos radical que um Kodaka de Haganai, por exemplo. “Será que eu gosto dele? Será que nossa amizade pode acabar? Mas é tudo tão embaraçoso…” Etc etc.

Somado a situação história, tem o fator da animação linda da KyoAni e uma OST gostosa pra acompanhar. Repito então: o filme é uma soma de fatores que buscam uma sensação bem… fuwa fuwa.

Tem muitos animes hoje em dia que são feitos somente pra fazer quem assiste sofrer. Vou mencionar um desses lá pro final. O objetivo do anime não é outro senão fazer você gostar de pelo menos um personagem, ou pior ainda: de todos, e sair massacrando qualquer mísera felicidade que tenha lá, pra que você associe o desespero que é proporcionado com todos os momentos de alegria pelos quais os personagens passaram, sabendo que eles nunca voltarão. Confesso que eu gosto de assistir esse tipo de anime, talvez eu seja masoquista, mas é um dos gêneros que me apetece. Afinal, o que é Madoka se não um sofrimento sem fim?

Por isso que, em meio a tantos suffering espalhados pela indústria de animação japonesa, Tamako Love Story se destaca como aquele anime que… Ah cara, não tem como dizer de outro jeito senão “aquece você todinho por dentro”. Tenho quase certeza que vão achar algum duplo sentido nessa expressão, mas é a verdade: assistir esse filme você se derrete todo, seu coração parece que se espalha como um líquido de felicidade por cada veia e artéria do corpo e uma sensação de satisfação imensa te preenche. Não, não é um orgasmo.

Espero que vocês tenham tido a Tamako Love Story de vocês esse ano. Ainda estou com esperanças de ter a minha até o final do ano… Ou algum dia.

Tamako Love Story - 01 - Large 141

Advertisements

One thought on “12 Dias de Otomegatari – 4° Dia: “Aquela História de Amor no Mercado”

  1. tamako love story é simples e bem feito, por isso é bom.
    Mas na boa, eu queria um epilogo, achei tão merda ter terminado naquela parte

Dê sua opinião!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s