As Crônicas Secretas: “Buffet Hitagi – 4º Dia”

Crônicas Secretas

Sabe quando a sua namorada pede aquela opinião básica sobre ela estar gorda ou não? Então.Acharam que estávamos nos coçando? Sem pesquisar nada sobre Monogatari? Jamais! O faro do lobo aqui nunca erra na procura por materiais como esse! Há muito tempo foi lançado o “Bakemonogatari Official Anime Guidebook” com detalhes da produção, curiosidades e 5 crônicas! Dessas 5, apenas 2 haviam sido traduzidas para o inglês até então… Agora que o lobo aqui encontrou as outras 3 perdidas na internet, por que não traduzi-las? Sim! Eu e a Macchan vamos traduzir essas crônicas com eventos curiosos/entendimentos novos sobre alguns personagens… preparem-se!

Aqui está o lobo novamente!

Buffet Hitagi – 4ª Crônica

800px-Bakemono0009

Normalmente consigo ver a Senjougahara na escola mesmo, mas em raras ocasiões consigo encontrá-la aos domingos. E em um desses raros dias, nós decidimos ir a um encontro.

Após essa introdução uma breve explicação, o fato desse encontro ter acontecido foi graças ao pai da Senjougahara ter conseguido um cupom para comer de graça em um buffet de bolos, cupom que só pode ser utilizado aos domingos, então ela repentinamente quis ir até esse tal lugar comigo. Sendo exato esse é um daqueles restaurantes especializado em bolos que são caros demais para os seres normais, para esse restaurante manter seu alto  nível, ele normalmente não faz esse tal “buffet de bolos”, mas ao que tudo indicava era o aniversário desse restaurante nesse dia, por isso a promoção.

Ficar falando abertamente sobre comer bolos, enquanto estou na frente de um balcão cheio de rosquinhas, existe uma grande possibilidade da Shinobu sair da minha sombra. É claro, ela nunca apareceu na frente da Senjougahara e dificilmente ela decidi fazer algo se os donuts do Mr. Donuts não estiverem envolvidos (ela basicamente não come comida humana), por isso tentei relaxar um pouco.

O máximo de preocupação que poderia estar acontecendo hoje seria com relação ao exterior da loja. Todos garotos precisam de um certo nível de coragem para entrar na loja, situação que me irritou tanto ao ponto de me deixar tenso, mas no fundo eu sabia que precisava suportar essa provação.

As zombarias da Senjougahara não me incomodavam mais, além disso os bolos em si eram bem feitos e variados; o gosto também era sensacional, por isso o resto nem me incomodava.

Huuuuum, delicioso.

Até mesmo o maior dos problemas torna-se algo trivial se comparados a esses bolos. O fato de ambos humanos e animais serem dominados pela comida — tenho a sensação de que finalmente compreendi essa profunda verdade.

Não, isso é válido até para os vampiros.

“Senjougahara, você engordou?” eu disse.

Relaxando por um minutinho, essa frase saiu sem querer.

Embora eu não tenha assistido nenhum show de comédia recentemente, ainda conseguiria descrever exatamente a imagem que ocorreu no instante seguinte, como uma festa surpresa, um desses bolos incríveis voou em direção ao meu rosto.

Eu não sei dizer exatamente se é para facilitar a vida dos clientes na hora de comer ou se o bolo em si é feito dessa forma, mas esse bolo era bem menor do que eu imaginava, poderia até ser chamado de “mini-bolo”, então por sorte, as minhas roupas e o meu rosto não foram atingidos: o bolo entrou direto pela minha boca.

Um método bastante direto de alimentação.

“Hã? Escutei você dizer algo que não deveria? Araragi-kun.”

Os olhos da Senjougahara se arregalaram.

O rosto dela sem expressão alguma era aterrador.

“Garotas não engordam.”

“Ah…. é mesmo?”

“Sim. Garotas só crescem.”

A Senjougahara colocou o garfo na mão dela e começou a comer diversos pedaços do bolo de modo exagerado.

“Isso não é engordar, é crescer.”

“……………..”

Que explicação incrível.

“Se eu continuar a comer nesse ritmo, logo vou me tornar duas pessoas.”

“Isso é aterrador de diversas formas.”

A explicação em si é aterradora, ter duas de você é mais aterrador ainda.

“Bem, você era muito magra antes, então se você engordar um pouco que seja, a gordurinha extra vai ficar bastante aparente.”

“Não diga que a ‘gordurinha extra vai ficar bastante aparente’.”

A Senjougahara estava em posição, segurando o garfo.

Mirando em mim, seu namorado.

……Algo digno de nota, se fosse a Senjougahara de tempos atrás, com muita certeza, ao invés de arremessar o bolo na minha direção desde o começo, ela obviamente teria me atacado com o garfo. Ao perceber essa diferença, compreendi que ela estava bem mais calma do que antigamente.

Mas com certeza ela não se tornou muito gentil desde então.

“Sendo sincera, Araragi-kun, falar sobre coisas que envolvam ‘peso’  com uma garota é cruel, é um assunto bastante delicado para todas nós.”

“Ah.”

Ela tem razão.

Mas ver a Senjougahara comendo algo de modo tão feliz, é algo tão chocante que essa impressão nova não sumiu mesmo enquanto eu tomava o meu chá preto, por isso quis brincar um pouco com ela.

Por trás dessa máscara de ferro, melhor, por trás dessa máscara que parecia uma concha, eu queria revelar algum pequeno defeito desse rosto.

Resumindo,  eu só queria zombar dela.

“Embora eu não possa afirmar, mas acredito ter ganhado um pouco de peso recentemente.”

“Humm. Então é mesmo verdade.”

Eu pensei quer era ilusão.

“Falando em números exatos foram cinco quilos.”

“Tudo isso?!”

Cinco quilos!

Esse não era o mesmo peso de quando ela foi possuída pelo caranguejo?!

Pensando assim, é como se ela tivesse ganhado o peso de uma pessoa.

“E daí? Essa é a nova tendência no momento.”

“Não, não é tendência alguma. Se qualquer gordura extra aparecer vai ser algo assustador.”

“Você é mesmo irritante. Cuidado comigo, posso fazer seus órgão internos saírem voando.”

Gordura visceral por todo lado.

Eu odeio esse tipo de efeito 3D.

Ah.

Eu não consigo dizer se ela realmente engordou…. mas, ah, ela realmente engordou.

“Não seria melhor você voltar a participar da equipe de atletismo? Assim você poderia ficar em forma.”

“Bem.”

A Senjougahara odiava falar sobre o passado, especialmente sobre coisas que invocassem o ensino fundamental, mas desta ela vez não respondeu, tive a impressão de que ela estava refletindo sobre algo.

“Vou explicar uma coisa.”

A Senjougahara disse isso enquanto comia o bolo.

“Ser capaz de comer o que você ama, conseguir comer até você estar satisfeito… até algum tempo atrás isso era inimaginável. Por isso estou mesmo feliz.”

“Hã?”

“Pense nisso. Antes, por culpa do caranguejo, eu  – não tinha peso algum. Então, é como se eu estivesse limitando o peso de uma roupa, por isso eu tive de limitar a minha ingestão de comida.”

Você come demais – fica pesado demais.

Foram essas as palavras da Senjougahara.

“Ah……”

Eu assenti.

Entendi.

Por ser extremamente magra  – é por esse motivo.

Fundamentalmente, a Senjougahara é considerada alta entre as garotas (ela é ainda mais alta do que eu). Embora ela tenha ganho cinco quilos, provavelmente isso ainda está bem longe de alcançar o peso normal dela.

“Ser capaz de comer o que você ama até estar satisfeita, é algo incrível. É como conseguir amar de verdade.”

A Senjougahara repetia isso continuamente.

“Quando eu amo algo, eu tenho a leve sensação de estar sendo salva. Contudo, é claro, eu sou uma pessoa que cometeu diversos erros  – mas, ainda assim, quando eu vejo algo bom sei que isso é bom, eu ainda tenho esse tipo de emoção, por isso sou capaz de me perdoar um pouco.”

“Perdoar -”

Ser salva.

Não – Eu consigo entender perfeitamente.

“Entender” não é a expressão exata… é melhor dizer que eu “senti” essa mesma emoção.

Ou quem sabe, é o contrário.

Somente após amar algo, é que você consegue se sentir salvo ou se perdoar. Apenas pessoas como eu e a Senjougahara entendem esse sentimento –

“Eu gosto do meu ‘eu’ onde consigo gostar de algo, ou melhor, estou amando a garota que ama. Então, é claro, essa simples frase tem seu significado negado—mas e daí?”

Isso vindo de alguém que jamais se odiou – foi o que ela disse.

“Pode até ser verdade…. mas isso não é desculpar para exagerar no bolo. Tudo tem limite.”

“Concordo.”

A Senjougahara assentiu, mas as mãos dela não pararam um minuto.

No fim das contas, a situação financeira da família Senjougahara ainda não melhorou, possivelmente essa é uma rara oportunidade para ela comer tanto assim.

Ainda que você me chame de louco, eu sinto, um pouco que seja, que garotas mais cheinhas são lindas; você pode até afirmar que eu quero vê-la engordando mais dois quilos.

“Então você vai começar a fazer caminhada com a Kanbaru?”

“Esquece. Esse método para perda de peso não pode ser seguido por pessoas normais.”

“Entretanto, durante a nossa proveitosa conversa, percebi que o Araragi-kun consegue comer bastante. Estou avisando, Araragi-kun, se o seu IMC passar de 20, vou terminar o nosso relacionamento na hora.”

“Essa referência de limite é um pouco rígida.”

20. Isso é ainda mais rígido do que a síndrome metabólica.

“Ah, mas isso não deve ser problema nenhum.”

“Vejo que está confiante. Por quê?”

“Não, é que recentemente eu descobri uma coisa, esse fato novo pode ser considerado uma das poucas vantagens físicas de um vampiro. Uma especialidade dos vampiros é manter seu corpo em ótimo estado físico. Se ele ultrapassa determinado valor, naturalmente o meu peso corporal volta ao normal. Resumindo, eu não engordo.”

Trim.

Esse foi o som do garfo da Senjougahara caindo no chão.

Ela estava com uma expressão chocada – por falar nisso, eu nunca tinha visto essa expressão antes.

O rosto sem expressão dela tinha entrado em colapso.

“Não, mas, isso é só um efeito colateral. Não é tão ativo como na Kanbaru. Eu ainda posso engordar um pouco. Ainda assim, sinto uma inveja enorme dela – hum, Senjougahara-san?”

“Que inveja….”

Ela estava me encarando de modo ameaçador.

“Essa é tática é contra as regras, jamais vou aceitá-la…. você tem esse tipo de corpo e também utiliza essa visão condescendente para julgar o meu peso….”

“Não, não, eu não estou julgando ninguém.”

“Ok, entendi. Araragi-kun é aquele que depende das Esquisitices, vou mostrar a você a força do ser humano. As partes que crescerem, vou perdê-las imediatamente – estou sendo categórica, a Senjougahara aqui acabou de ativar o plano ‘perda de peso’.”

“Plano…. de perda de peso…”

Isso nem é perder gordura, certo? É um tremendo exagero.

“Ah. Vou começar essa luta assim que acabar esse bolo!”

Após a Senjougahara dizer isso, ela utilizou ambas as mãos para comer o bolo, comeu ele dando mordidas enormes (por culpa do garfo no chão). Então, em uma velocidade alarmante ela começou a comer o bolo no meu prato.

Resumindo, no começo, eu realmente estava crente que ela acabaria com o estoque de bolos no lugar, mas ao ver ela inexpressiva desfrutando de tudo isso, a vontade de zombar dela tinha sumido.

Enquanto a Senjougahara estiver feliz, ainda que eu não coma bolo algum, também vou estar feliz.

Hoje foi o melhor dia de todos.

….E por fim, apenas complementando, após isso a Senjougahara realmente começou a treinar com a Kanbaru, quase como se tudo fosse uma piada, em um curto período de tempo ela perdeu todo o peso que tinha ganho.

Bem, você com certeza não pode subestimar a perseverança dela.

Fontes

Essa crônica foi traduzida e está localizada no Baka-Tsuki.

Até mais, com a última crônica!

Advertisements

6 thoughts on “As Crônicas Secretas: “Buffet Hitagi – 4º Dia”

  1. vlw, começarei a ler do inicio essas cronicas, mas deixo uma pergunta, em algum momento na novel ou nesses contos fala sobre um beijo oficial de Araragi e Gahara? ou ainda nada oficial?

    • Errr……… Ficou bem claro, que no final de Bake, eles se aproximam para finalmente se beijarem. Só não é mostrado.

      • aham… eu falo de um beijo narrado, no caso só vi o anime, todas as temporadas até agora, mas em monogatari SS ele beijou praticamente todas as lolis .. não sei se na novel é descrito o beijo, [ penso que sim ] por isso a pergunta, se foi descrito um beijo na novel entre eles

Dê sua opinião!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s