12 Dias de Anime – 1º dia: “Da Conexão ao Andarilho”

12 days of anime

Auuuuuuuuuuuuuuuu~

Nyan!

Ainda não é o Zenmanal, mas sim a nossa coluna nova! Como o próprio nome diz serão 12 dias de anime, digo, com momentos marcantes! Não, espera, deixa eu explicar melhor a ideia…

O grande Scamp do TheCartDriver realiza há 5 anos esses 12 dias comemorativos, onde ele comenta sobre determinada cena, algo que o tenha inspirado ou uma coisa marcante ocorrida em vários animes! Não é limitado só aos anime desse ano, qualquer anime é válido! E como seu humilde convite é aberto a todos que desejem participar, aqui estamos nós. Eu e a Marcela durante os próximos dias comentaremos sobre aquilo que nos emocionou, incentivou e encantou em determinados animes; tal como o convite do Scamp, sintam-se livres para comentar e deixar seus momentos marcantes nos comentários. Compartilhem conosco suas ~experiências~ animísticas.

Vamos nessa!

Samurai X [Rurouni Kenshin] – Raigho

kenshin39-1024

Bem, acho que minha fixação (doença) com animes começou realmente com esse anime. Na época o “Toonami” passava no cartoon network aqui do Brasil, tinha Sakura Card Captors, Sailor Moon e Samurai X; eu ficava encantado assistindo aquilo diariamente, lembrando agora sobre isso eu nem sabia que aquilo era anime de verdade, eram só desenhos japoneses com olho grande que me divertiam à beça! Um ponto diferente é que Samurai X manteve suas músicas japonesas tanto na Opening quanto na Ending aqui no Brasil, eu amava aquelas músicas! Na verdade, amo de paixão essas músicas que embalaram minhas tardes semanais por um bom tempo. Como não lembrar sem sorrir do Kenshin fazendo palhaçada? Ou do momento incrível quando ouvi “Estilo Hiten Mitsurugi” pela primeira vez e tentei pronunciar falhando miseravelmente? Doces lembranças.

Existem dois momentos inesquecíveis: Quando o Kenshin enfrentou seu mestre para aprender o golpe final “Amakakeru Ryu no Hirameki”, aquela OST linda tocando ao fundo e o Kenshin rememorando a razão de lutas, a ideia de proteger seus amigos a qualquer preço! Fico arrepiado até hoje, a cena da batalha é incrível… jamais me esqueço do quanto aquilo me cativou. A outra cena é a famigerada batalha entre Kenshin e Shishio , enquanto o Kenshin “invocava” as folhas, o Shishio invocava o “fogo”! O decorrer da luta, o Kenshin utilizando o estilo de combate supremo e a cena do Shishio sendo devorado pelo fogo foram definitivamente o que me encantaram para que eu continuasse a assistir cada vez mais animes.

Kokoro Connect – Marcela

Kokoro_Connect_13_1

Então, né… Talvez a minha parte saia meio emocional demais. Coisa de quem só tem um ovário só e tudo mais. É que Kokoro Connect foi um daqueles animes que veio pra mim “na hora certa”. O Raigho chegou a fazer uma review dele por aqui pelo blog e, quando tava revisando, fiquei com muita vontade de assistir, só que acabei prolongando isso. Tava passando por uma fase muito ruim e, como ele mesmo disse pra mim, era um anime meio “pesado” emocionalmente pra se aguentar e eu não tava no melhor estado pra isso. Uns meses depois em um surto de coragem, tava com o BD aqui e saí assistindo, tudo em cerca de dois dias e meio. Não me arrependo de nada, só de não ter ido no Japão socar os dubladores que fizeram com que esse anime parasse no episódio 17.

No caso, quando penso em Kokoro Connect, só uma coisa me vem a mente: a conversa da Iori com o Taichi, no fim do primeiro arco, na ponte. Nessa época eu tava passando por aquela crise existencial básica que todo mundo tem, principalmente depois de um pouco de Evangelion. A cena até seria outra qualquer de motivação e tal, mas foi um diferencial pra mim porque no dia anterior eu tinha tido a exata mesma conversa com o Raigho, e foi como se uma bigorna do Looney Toons caísse na minha cabeça. Sem muitos spoilers do anime, mas a Iori, devido problemas familiares, teve que moldar a personalidade dela para ir agradando todos ao seu redor para não enfrentar… consequências. Isso fez com que ela perdesse noção de si própria e de quem ela era realmente. O Taichi diz pra ela “Todas são você, tudo isso é você“… E eu guardo essa frase pra mim até hoje, sempre que duvido de mim mesma.

Tem gente que pode até ver anime como coisa de criança ou algo pra adultos pervertidos, mas são momentos assim, cenas como essas que eu vejo que tem muito mais do que só saias levantadas, principalmente quando a cena se encaixa dessa forma na sua vida.

… E esse foi o início da nossa ~comemoração~ natalina aqui no OtomeGatari. Como dito ali em cima, sinta-se livre pra ir compartilhando suas experiências conosco. Até semana que vem com mais lágrimas e sangue!

Advertisements

3 thoughts on “12 Dias de Anime – 1º dia: “Da Conexão ao Andarilho”

  1. Muito legal e criativa a ideia de vocês! Me amarrei.
    Eu pensei muito em um anime que me marcou e cheguei em uma conclusão. Esse anime com muita certeza marcou as pessoas que já assistiram, pode não ter sido de uma maneira boa, mas de um jeito ou de outro marcou. Para quem não sabe ainda, estou falando de school days. Pois é ‘aquele’ anime que traumatizou meio mundo. Você deve estar se perguntando o porque(pelo menos eu acho). Cara, como eu posso dizer…
    Foi algo que me fez refletir BASTANTE e perceber uma coisa, fidelidade em primeiro lugar. Porque se não…… a coisa pode ficar feia… e não é pouco, É MUITO FEIA.
    Por mais que muitas pessoas não tenham gostado do final do anime eu até que achei manerinho(acho que alguns vão me chamar de psicopata depois dessa), porque não foi aquela coisa de felizes para sempre, o que as vezes enjoa, foi algo BEM inesperado.
    Mas enfim, esse foi um anime que me marcou, mesmo que não tenha sido de uma forma muito boa mas mesmo assim marcou.

  2. Também gostei da ideia de vocês! 😀

    Talvez eu acabe comentando em quase todas as postagens do 12 Dias de Animes, pois são tantos animes assistidos e tantas cenas e emoções que marcaram e que também queria compartilhar! x)

    A primeira que me vem à mente agora (deve ser por causa do lobo na imagem do header do blog, hehe) é uma cena de um dos meus animes preferidos: Wolf’s Rain. Simplesmente adoro a parte que a Cheza pula da aeronave do Darcia e encontra o Kiba num lago, e ela o acaricia e o abraça (http://www.youtube.com/watch?v=EIge2nVwrTw) TwT. Lembro bem (porque faz um tempão que vi esse anime :P) que ele procurava a flor para encontrar o paraíso baseando-se no puro instinto, persistindo em não desistir, e sempre seguia em frente não importando as condições nas quais se encontrava, apesar dos outros lobos o seguirem com dúvidas e hesitações. Por isso achei muito tocante o momento que eles finalmente encontraram a Cheza, e ainda com uma bela trilha sonora ao fundo. *-*

    Ah, Rurouni Kenshin realmente teve várias partes emocionantes e marcantes, boa escolha, Fenrir! x) Enquanto a Kokoro Conect e School Days, não vi nenhum dos dois… :T Mas achei interessante as razões para citarem estes animes, pois tendo como base o que a Marcela escreveu, acho que a identificação com diálogos, cenas e até mesmo personagens acontece com muitos que assistem determinados animes, e creio que isso os tornam ainda mais marcantes para quem os acompanha a cada episódio. (:

    Bem, estarei esperando as próximas postagens, e me pergunto se fariam uma coluna parecida com esta, porém com relação a mangás.

    Até! ^^/

  3. Kokoro Connect *-* anime ótimo, digo, ótimo MESMO.
    Queria tanto também uma nova temporada (malditos dubladores), seria ótimo ver como a trama termina. ç.ç
    Acredito que o anime que me fez voltar e viciar de vez, que também me marcou bastante por vários motivos daquela época… Foi o Fullmetal Alchemist.
    Agora se for ver todos os animes que me ensinaram alguma lição valiosa, me marcaram e emocionaram, é até difícil contar. Último que assisti e que teve umas reflexões que achei maravilhosas foi o Denpa Onna to Seishun Otoko (dale Shinbo, dale Shaft), mas se for dizer o último que mais marcou pesado foi o Clannad After Story (não preciso nem dizer o porque).

Dê sua opinião!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s