Lápis Solto #26 – Brasil-sil-sil!

Lápis Solto #26Retorno após uma semana de folga e um fim de semana pro NENEM.

Yaho! Todos bem?… Claro que não, ninguém nunca fica bem depois do ENEM. Primeiro porque vestibular é o maior câncer que a educação pode ter e…

Tá, deixa pra lá. Já fiz esse discurso umas 3 vezes só esse mês.

Bom, o papo é: sumi por uma semana, peço desculpas por esse atraso! Mas, como a estudante de honra que sou, coisas como fazer NENEM nesse final de semana demandaram tempo, esforço e muita resistência mental e emocional. Só que os desenhos não param, porque a vida de uma artista é despejar todos os litros de emoções que tem dentro de seu coração para um papel, pedra, tela, seja o que for.

Com isso em mente, vamos aos desenhos dessa semana!

#2

Lápis Solto #26 1Tá, antes que perguntem e se assustem, não é uma mutante e eu não errei ao fazer o desenho!

É que… Do meu ponto de vista, não existe uma definição melhor para o povo brasileiro se não mistura. Veja, você pode facilmente identificar um europeu -talvez não distinguí-lo de país lá dentro, mas os olhos azuis, pele caucasiana e cabelos claros ou ruivos são uma marca tradicional. Os asiáticos, majoritariamente japoneses, chineses e coreanos, tem seus olhos puxados, pele amarelada, cabelos lisos. E os estadunidenses… São gordos.

Mas como é que você identifica um brasileiro, sem ouví-lo falar português? Temos brasileiros que são brancos, amarelos, tem olhos puxados, negros, mulatos… Cabelo enrolado, cabelo liso, loiro, preto, castanho. Olho verde, olho azul, olho castanho, olho preto. Podem até nos representar lá fora como tipicamente mulatos ou negros, mas sabemos que isso é somente uma parte da nossa população. O ponto é, brasileiros são unidos muito mais do que somente por um traço físico, mas por uma identidade nacional como um todo. Não buscando refúgio na aparência, buscamos refúgio na nossa identidade mais pessoal. Por isso, apesar de o Brasil ainda estar péssimo no que tange a administração, é indiscutível que tem um povo único, original (de tanto ser misturado) e curioso.

#2

Lápis Solto #26 2Nome: Daniel França

É, infelizmente ainda somos representados para os outros países como a terra do futebol, do Carnaval e das mulheres seminuas. Vide o filme de animação Rio, que, apesar de ser feito por um brasileiro, Carlos Saldanha, parece que ele passou tanto tempo no exterior que caiu na mesmice do estereótipo brasileiro de futebol, bunda e carnaval. Só faltava nos botar falando Espanhol, né?

E lá foi mais um Lápis Solto, um pouco mais sério do que o normal. Ah, não dá pra evitar, depois de fazer NENEM você sente obrigação de argumentar e discutir tudo da sociedade. Urgh.

E, para semana que vem… Surpresa…

Tema Livre!

Risque o papel, faça o que fizer, divirta-se. Mas mande um desenhinho que seja, por favor

Bip.

O esquema, vocês já sabem. Façam seus desenhos de acordo com as regras estabelecidas nessa postagem e enviem para o email do blog: otomegatari@gmail.com até Sábado/Domingo. Lembrando que é só um desenho por pessoa! Perca sua vergonha, faça lá aquele desenho supimpa e mande aqui pro OtomeGatari!

Novamente, lamento pelo atraso. Zenmanal deve tá saindo do forno amanhã, então fiquem de olho!

Até semana que vem!

Advertisements

Dê sua opinião!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s