Raigho à Toa 00# – “Animes. Animus. Amigos.”

fotos-de-lobo

Esse post não tem lógica, são só pensamentos que me passaram em um momento qualquer.

Não foi uma, duas ou três vezes que me peguei pensando nisso. O que animes me representam- não, o que animes significam para mim é difícil, não pelo fato de não saber explicar, mas sim na forma de colocar em palavras… Anime é… Anime é… Tudo.

Amo RPGs (FF, Chrono Cross, etc.) desde sempre e talvez isso de alguma forma tenha me influenciado a gostar de animes, digo, cabelos ridiculamente espetados/estranhos, espadas gigantes, magias, histórias com monstros… é possível montar o cenário; os primeiros contatos foram no extinto Toonami com Samurai X, Sakura Card Captors, sailor moon e por aí vai. Aquilo me fascinou, as músicas japonesas que de forma alguma eu conseguia cantar e não consigo até hoje, os poderes impronunciáveis (Sim, estou olhando você estilo Hiten Mitsurugi), os personagens carismáticos e claro que isso era só o começo, porque a pior fase de vício estava por vir. A fase “AI MEU DEUS DESCOBRI O ANITUBE COM EPISÓDIOS DE NARUTO”… Complexo.

Nesse momento o otaku dentro de mim despertou com força total e nada mais me segurou, 8 episódios de animes seguidos por dia ou mais, acabava uma série e já estava focado na outra e na outra e na outra e na outra; uma hora essa fase passa (amém) e você encontra os fansubs, ok, no meu caso eu desenvolvi interesse em ajudar os fansubbers e estou nessa longa jornada até os dias de hoje, enfim, me tornei mais seletivo com o que assistia, com o que eu lia de mangás, mas sempre mantenho carinho e admiração por eles; nessa empreitada fiz amigos para comentar sobre esses mesmos animes, o que francamente é incrível para mim até hoje visto que podem ser longas discussões acirradas ou comentários amigáveis, animes me deram mais do que posso colocar em palavras. Muito mais.

Fui a eventos, vou a eventos. Brigo com amigos, me divirto com amigos. Animes são a forma de interagir com pessoas, conhecer pessoas. Faço reviews, vejo outros blogs ao redor crescendo ao escrever reviews e/ou darem notícias com relação ao mundo nipônico… Nesses momentos observo e vejo como a “animação japonesa” me proporcionou coisas que provavelmente jamais teria conhecido de outra forma, todas fascinantes ao seu próprio modo.

“Raigho, está rodeando esse assunto por quê?”, sempre vejo alguém fazendo uma postagem diferente sobre o assunto e hoje teve uma em especial que me inspirou a comentar sobre isso; tenho medo sincero de parar de gostar de animes/mangás no geral, tenho medo de ficar “chato demais” para conseguir assistir animes, tenho medo de perder quem eu sou. Quero assistir animes até ficar velho ou como diria a frase “Que seja eterno enquanto dure e que dure eternamente”. Provavelmente passarei por muitas fases na vida difíceis, ficarei com menos tempo mas mesmo assim vou insistir, vou assistir.

Como disse, são só pensamentos lupinos desconexos que ocorrem às vezes. Às vezes, hein.

lobo-do-zoologico-de-hanover-alemanha-observa-fotografo-1333726510746_956x500

Fonte Inspiracional: Will You Still Watch and Enjoy Animes As You Grow Older?

Advertisements

10 thoughts on “Raigho à Toa 00# – “Animes. Animus. Amigos.”

  1. hahahaha, realmente. Eu começei a ver uns animes no anitube, ai comecei a pesquisar, e logo depois, uma bola de neve, começei a descobrir que tinha mangás e light novels( e o que era light novels, aliás, tanto que parei nesse site aqui :p) daquele anime, e realmente despertei assim também xD É algo incrivel como os animes mexem conosco quando nos aprofundamos no assunto, não? E realmente quero ver animes até a eternidade, é algo muito bom…. e seria melhor ainda se daqui a um tempo viesse mais coisas do Japão para nós xD

  2. Acho natural que com a idade os gostos fiquem mais sofisticados, passa a peneira com mais rigor, mas se gosta realmente, vai continuar gostando. Tem mangás e animes aí para todos os gostos e idades. Eu comecei a assistir animes com 14 anos, hoje tenho 29 anos, sou professor, mas ainda continuo gostando, assistindo e comentando. Eu vejo boas histórias independente do meio, literatura, cinema, séries, animes, mangás, light novels, visual novels e etc. Absorvo de todos.

    • É um medo meu, sabe, mudar e acabar perdendo o gosto daquilo que me faz bem… Enfim, espero que esse dia jamais chegue.

  3. Saudações

    Compreendo bem a temática de seu texto, nobre amigo, e sou um pleno participativo do mesmo. Com 35 anos vividos, o meu gosto tem se apurado cada vez mais ao ponto de, atualmente, procurar absorver o que de melhor cada série pode me oferecer, independente do gênero ou do público-alvo da mesma.

    E seu post contemplou muito bem isto, jovem amigo…^^

    Até mais!

  4. Então antes de comentar tenho que dizer que esse é oficialmente meu primeiro comentário com relação a postes e blogs em geral, sempre fui do tipo que só lê e nunca antes senti que precisasse falar algo mas agora sinto que preciso “avançar” vou passar a comentar mais e sempre que possível aqui no otomegatari e gostaria de falar ao conterrâneo do mundo otaku Raigho que concordo exatamente com seus pensamentos, medos e dúvidas em relação ao mesmo e compartilho das mesmas emoções quando há alguma discussão com amigos meus e até da maneira como nós nos tornamos íntimos de uma maneira fácil e gostaria de falar que apoio você e seu trabalho com a fansuber e a partir de agora gostaria que contasse comigo e também da mesma forma contarei com você e seu apoio “hiroshi kun onegaishimasu” e “Me dá um abraço, cara.”

  5. Saudações Raigho.

    Gostei muito de seu texto, justamente por me remeter ao sentimento de nostalgia. Comecei nessa vida de animes e mangás desde criança, e isso foi aos poucos que aumentando. E hoje meio que se tornou “indispensável”. E fiz amizades, várias de valor. Principalmente na RL e na TL do Twitter (diga-se de passagem, você é uma delas.), tanto que valorizo e muito a iniciativa de ter entrado neste mundo. Foi compensador.

    Do mais, este é um dos meus textos favoritos deste Blog. Parabéns pela iniciativa! E isto até me inspirou para escrever algo parecido, claro citarei esta fonte.

    Parabéns pelo ótimo trabalho o/

Dê sua opinião!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s