Kokoro Connect – “Quando a xícara de chocolate transborda…”

ss (2013-04-24 at 09.00.26)

Auuuuuuuuuuu~

Eu sei, vocês nem conseguem sentir minha falta, né?

Perdão, meu coração fica aquecido quando vocês leem meu review, por isso, estou aqui novamente.

Falarei do anime que me deixou uma forte impressão ano passado. Para alguns, marcado apenas como: ” O anime envolvendo a briga entre dubladores ” e, para outros (como eu), um anime que colocou a prova os sentimentos e a definição de amizade, Kokoro Connect!

Sobre Kokoro Connect

“Kokoro Connect” (Corações Conectados/Conexão dos Corações) é uma Light Novel japonesa escrita por Sadanatsu Anda e ilustrada por Shiromizakana (Pseudônimo de Yukiko Horiguchi). O primeiro volume da Novel foi publicado em janeiro de 2010 (conta atualmente com 10 Novels, 8 da história original e 2 spin-off) e segue em publicação. A série em formato anime cobriu as 4 primeiras Novels em um total de 17 episódios (13 exibidos pela televisão, mais 4 no final do ano transmitidos via internet) pelo estúdio Silver Link (Baka to Test/Ben-To/Tasogare otome x Amnesia).

Enredo

A história gira em torno de cinco estudantes do ensino médio participantes do “Clube de Pesquisa Cultural” ou “CPC”: Yaegashi Taichi, o nosso protagonista altruísta sempre disposto a ajudar seus amigos e um grande fã de luta livre, Nagase Iori, a alegre presidente do clube cultural que, devido a traumas passados, aprendeu a alterar sua personalidade conforme a situação, Himeko Inaba, vice-presidente do CPC com uma personalidade bastante séria sendo a mais racional do clube, Yoshifumi Aoki, sempre seguindo uma promessa feita anos atrás de “viver ao máximo” e por último a jovem Kiriyama Yui, a garota que convive com um trauma de quase estupro sofrido no ensino fundamental, consequentemente desenvolvendo androfobia.

O problema inicial ocorre no começo de um ano letivo quando Yui e Aoki trocam de alma/corpo.  Assustados com isso, ambos decidem contar para o grupo inteiro sobre o fato, mas todos acreditam ser apenas uma brincadeira até o momento em que esse mesmo fenômeno ocorre com os demais e uma investigação entre eles é iniciada. Entretanto, entra em cena o professor deles, Ryūzen Gotō, visivelmente alterado conversando em um tom de voz monótono, alegando ser “Coração de Semente” (este nome se originou da “Planta Balão” que produz sementes em formato de coração) e que escolheu os 5 participantes do clube para uma série de testes por acharem os mesmos um “grupo interessante”.

ss (2013-04-24 at 09.00.01)

O Clube de Pesquisa Cultural!

Anime

Os traços do anime ficaram bem fiéis aos da Light Novel em si sem diferenças notáveis. Especificamente falando sobre a fluidez do anime como um todo, houveram momentos de falha diversas vezes, mas não creio que isso tenha mudado de forma alguma a experiência. Contudo, notei uma melhora no último arco do anime, “Michi Random” (Cursos Aleatórios), principalmente em algumas cenas do último episódio, muito bonito.

Neste primeiro arco do anime o grupo de amigos precisa lidar com o fenômeno sobrenatural “Troca de Alma“, ou intitulado também como “Hito Random” (Pessoas Aleatórias). Em um primeiro momento, nenhum deles sabe exatamente qual é a situação, se é um evento de apenas um dia ou  por tempo determinado. Esse começo de anime é bem leve com situações onde eles trocam de alma quando estão no banheiro, caminhando ou apenas conversando com um outro colega, porém, preciso comentar sobre a reação natural do Taichi na sua primeira troca de alma: quando percebe que está no corpo de sua colega de classe a sua reação natural é… tocar em seus próprios seios. Sim, tocar em seus próprios seios. Foi uma cena tão natural que eu fui obrigado a rir diante do espanto do mesmo ao tocar seios pela primeira vez.

Em um primeiro momento Kokoro Connect me pareceu mais um anime bobo que não levaria sua temática a sério e ficaríamos em situações como essa, mas tudo mudou no melhor giro de 180° graus que poderia ter ocorrido no 2° episódio. Inaba, a calculista do grupo, questiona sobre os reais problemas que essa situação poderia causar, sobre o fato de que os garotos poderiam abusar dos corpos delas e assim se segue na sala do clube até o momento em que a porta se abre e o professor deles, Gotou, entra na sala com um tom de voz monótono e olhos caídos questionando o que eles estão achando do experimento. A atmosfera muda completamente nesse momento, o anime até então alegre mostra os primeiros tons de escuridão, a escuridão dos corações.

O clima repentinamente fica tão pesado que é palpável a mudança que o anime ~aparentemente~ feliz sofreria. As primeiras discussões no grupo começam, a descoberta do quase estupro sofrido pela Yui é o primeiro choque no grupo de amigos, que acreditavam se conhecerem completamente; o instinto do Taichi de ajudar o próximo que a Inaba ~gentilmente~ apelidou de “Aberração Altruística” é outro choque que vai de frente com os ideais da própria Inaba de “não se envolva, não se intrometa”, gerando situações conflitantes entre os membros do CPC, que precisam ficar unidos para superar as testes feitos pelo Coração de Semente. No meio de tudo isso, claro que a situação poderia ficar apimentada com o leve toque de tensão sexual entre o grupo de amigos. No meio desses fenômenos, sentimentos são descobertos e revelados sem chance de escapatória, erguendo até mesmo questões sobre a “validade” desses sentimentos.

O arco seguinte é o “Liberação do Desejo“, ou “Kizu Random” (Ferimentos Aleatórios). Este que é um dos piores fenômenos para o grupo no geral, pelo simples fato de não poderem esconder seus desejos! Aquela súbita vontade de bater em alguém por uma mera piada floresce imediatamente e não pode ser impedida, o sentimento que você manteve guardado dentro de si mesmo cria vida e você precisa gritar ele a plenos pulmões! O grupo fica mais uma vez desnorteado, mas, como conseguiram lidar com o último, seguem firmes neste que é igualmente problemático. Os conflitos giram em torno da Inaba e na sua dificuldade tanto em aceitar os sentimentos que ela tem quanto confiar em seus amigos. Emocionante.

O último arco exibido pela televisão é o “Regressão de Tempo” ou “Kako Random” (Passado Aleatório). Um arco relativamente curto, se comparado aos outros dois. Porém, não menos impactante. Que coisas estão escondidas no passado? Um trauma? Um sentimento adormecido que pode complicar sua situação atual? Que coisas você fez questão de esquecer ao longo da sua vida? Tudo isso é questionando aqui, porém, dessa vez não é o “Coração de Semente” que conhecemos e sim um segundo “Coração de Semente” surge para aplicar esse teste sem que o primeiro saiba disso. Taichi é escolhido como o “cavaleiro de armadura brilhante” que deve proteger a todos no tempo determinado, tudo em prol de um interesse maior. A transmissão de TV acabou nesse arco que aparentemente seria o final da transmissão, contudo uma Iori caminhando na neve reflete sobre seus amigos, sobre o fato deles terem a ajudado até aquele momento… E questiona se realmente ama “Yaegashi Taichi“. O começo do arco mais brutal de todos, “Transmissão de Sentimento” ou Michi Random (Cursos Aleatórios).

Kokoro Connect - 13 - Large 11

Esse arco foi transmitido no final do ano de 2012 em 4 episódios devastadores. Iori perde completamente a si mesma, perde o que resta da sua personalidade e se revolta contra todos seus amigos, os sentimentos são elevados ao extremo nesse arco final; Iori mostra-se uma pessoa tão fria quanto a Inaba era no começo do anime, outra personagem que mudou notavelmente ao longo dele. O CPC fica mais perto do fim do que jamais esteve e algumas das intenções do Coração de Semente finalmente são reveladas, explosões de dor, de emoção, as dores mais obscuras do coração são reveladas! O arco que simplesmente cravou em mim Kokoro Connect como um dos animes que melhor lidou com os sentimentos, com a amizade.

Xícara de Chocolate

ss (2013-05-02 at 08.03.18)

“Esta doce emoção, é como chocolate”

Sempre gostei de como as canções de anime no geral transmitem emoções, as vezes os pensamentos dos personagens, os sentimentos deles ou apenas tem impacto. Sempre presto atenção a isso em qualquer anime, mas Kokoro Connect transmitiu tão claramente as sensações que faço questão de comentar seus encerramentos e o porquê do nome desta postagem.

ritsugatari

A primeira canção de encerramento, Kokoro no Kara, baseada no primeiro fenômeno que causou a troca de alma; a letra basicamente reflete sobre como o cotidiano deles foi completamente destruído, a dor dessa fase que eles precisam encarar e como seus sentimentos são frágeis. Fico sinceramente tocado pela forma como essa canção demonstra todo o sentimento inicial entre eles.

A segunda canção de encerramento, Cry Out, é algo mais pessoal da parte da Inaba; sobre suas inseguranças com relação aos seus próprios sentimentos, sobre como é medrosa no fundo e as inseguranças que rodeiam ela, principalmente sobre a descoberta de seus sentimentos pelo Taichi e como eles são conflitantes com o ideal que ela tinha de nunca se envolver.

A terceira canção de encerramento, Salvage, especialmente falando, eu amo essa música de paixão; baseada no terceiro fenômeno que causou a regressão de tempo, falando um pouco do Aoki e o fato dele se lembrar de outra garota no lugar da Yui, mostrando que não é por ele se lembrar de outro nome que não ame a Yui; comenta também sobre choque de ideias, entre a sua infância e o seu atual, tudo se tornou “randomizado“, aleatório, ocasional, sem sentido.

E a razão pela qual esta postagem tem esse nome, a quarta e última canção de encerramento, I Scream Chocolatl, a canção que simplesmente sintetiza o último arco e a ideia geral do anime. A letra é a síntese de como a Iori se sente no arco final: toda a dor acumulada dentro de si mesma, as coisas que ela achou saber e como tudo se tornou uma mentira… É tudo chocolate. Sim, chocolate. Uma emoção negra que se apodera de você pouco a pouco, ela está em uma xícara com inveja, paixão, frio, rejeição e esperança.  A xícara que depende de cada um de nós adoçar com os elementos certos para evitar que ela transborde.

Opinião Lupina

Durante Kokoro Connect eu ouvi a melhor definição de amizade em tempos: “Oras, mas amizade não é justamente brigar e causar problemas uns aos outros?”; o anime no geral foi incrível, sem palavras de verdade com relação ao desenvolvimento e aos sentimentos de todos expostos. A dor do passado, escolhas que poderiam mudar a sua vida cotidianamente, um aperto de mão simbolizando “estou ao seu lado”; todos esses temas foram abordados de modo tocante ou talvez eu seja- Não, eu sou idealista sobre a ideia de “se você tiver amigos ao seu lado, pode enfrentar tudo” e ao ver o CPC seguir com o “teste” sempre se apoiando uns nos outros… Soberbo.

Não sei se recomendaria Kokoro Connect para todas as pessoas, porque acho sinceramente pesado, dependendo de qual época da sua vida você esteja vivenciando pela temática em alguns momentos. Fica minha recomendação para este anime quando você quiser entender o significado simples da amizade. Da pura como chocolate, amizade.

Amigos, certo?

Amigos, certo?

Advertisements

One thought on “Kokoro Connect – “Quando a xícara de chocolate transborda…”

  1. Pingback: 12 Dias de Anime – 1º dia: “Da Conexão ao Andarilho” | OtomeGatari

Dê sua opinião!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s