Vale A Pena Mencionar #1 – Harry Potter Para Game Boy Color

_-Harry-Potter-and-the-Philosophers-Stone-Game-Boy-Color-_

Yaho! Começando uma série de posts sem periodicidade, Vale A Pena Mencionar! E por que não com um dos clássicos de Game Boy? Harry Potter!

A série de jogos de Harry Potter para Game Boy Color são simplesmente um clássico, com seus gráficos horrendos e sua dificuldade absurda (ou só eu tinha problemas pra enfrentar aqueles cavaleiros de armadura? CÉUS). Foi uma das coisas da EA que deu certo (apesar do primeiro jogo ter recebido notas péssimas//medianas nas críticas). E o jogo nem é tão velho assim. A o primeiro jogo pra GBC foi lançado em, PASMEM, 2001. COM ESSES GRÁFICOS?! Pra mim, isso era jogo de 99 pra baixo. É só dar uma olhada no exemplo abaixo:

Ou vai dizer que esse Harry moreno é sexy?

Ou vai dizer que esse Harry moreno é sexy?

Dois livros foram adaptados para o Game Boy Color: A Pedra Filosofal e A Câmara Secreta. Daí em diante, os outros livros foram sendo feitos para outras plataformas (esses dois mesmo tem versões para Playstation, PC, GBA). A diferença entre os dois é pouca, sendo apenas uma melhora nos gráficos, principalmente no que se diz respeito ao rosto dos personagens que aparece no quadradinho quando eles falam.

No mais, posso falar a respeito dos dois como um só.

Gameplay

67502-Harry_Potter_and_the_Chamber_of_Secrets_(USA,_Europe)_(En,Fr,De,Es,It,Pt,Nl,Sv,Da)-3O gameplay dos dois jogos é semelhante ao de muitos JRPGs da época: batalhas em turno, dungeons e etc. Os encontros não eram aleatórios, você via uma massa azul se retorcendo muito bizarramente e ia ao seu encontro para enfrentar os inimigos. Logo, isso torna possível desviar de alguns monstros, mas obviamente não é nada aconselhável, já que existem massas azuis gigantes que são geralmente os boss ou inimigos muito mais fortes e as quais você não pode desviar. Mas ainda sim, é um recurso muito útil, que facilita quando você quer passear pela dungeon e já não quer enfrentar inimigo algum. SE não me engano, tem um feitiço que você usa pra reconhecer o inimigo, assim ele não aparece como ” massa azul “. Ou isso é só do Prisioneiro de Azkaban pra GBA, não lembro agora. Either way…

Harry Potter and The Chamber of Secrets (2)

As batalhas, ah, as batalhas. Eu gostava muito das batalhas. Eu sou muito suspeita – amo batalha em turno (apesar de muitos odiarem do fundo do coração). E tinha um negócio com as cartas que você conseguia nos sapos de chocolate: se juntasse os trios certos, causava um baita estrago. Tinha poções, feitiços… Muitos que nunca sequer foram citados na série de livros, como o mais icônico de todos os jogos de Harry Potter: Flipendo. Os feitiços iam evoluindo, passando para Duo e Trio, aumentando o efeito e claro, o custo de MP. Não haviam ataques físicos (obviamente, com o físico de minhoca do Harry ele não mata nem um rato) mas haviam feitiços que não gastavam MP. Acho até que é o Flipendo…

Além disso, o jogo possui diversos minigames que são MUITO divertidos. Alguns são absurdamente difíceis (ou não, quando eu joguei eu tinha uns 6-7 anos). Por exemplo, tem um minigame referente a parte onde eles estão passando pelos desafios de cada professor para chegar na pedra filosofal, no caso, o desafio é do professor de feitiços, o qual eles tem que pegar a chave que fica voando. Muito difícil.

E mais ainda, porque o jogo é muito bom: você assiste as aulas. SIM, as aulas. Herbologia, Transfiguração, DCAT, TDCM. Ou é TCCM? Enfim, Trato com/de Criaturas Mágicas, o que inclui o velho sistema de quests e de ir atrás de algo ou completar uma tarefa.

Plot

Nesse quesito, os jogos realmente são incríveis. São excelentes adaptações – extremamente fiéis. O que é muito estranho para um jogo desse tipo, porque geralmente os jogos que são adaptações de livros//filmes são ainda PIORES do que os filmes que adaptam o livro. Mas nesse caso, o jogo segue muito bem o livro.

Fora isso, não tem muito o que falar. É Harry Potter, cara. Todo mundo conhece a história.

Gráficozzzz

Ok… Aqui está o problema. Veja, o jogo é divertido. Muito divertido. As batalhas são legais, difíceis. O plot é exatamente aquilo que os fãs querem: Harry Potter. Mas os gráficos… OS GRÁFICOS.

mqdefault

ISSO.

imagem

ISSO!

ISSO!!

ISSO!!

Por quê? Por quê?! POR QUÊ?! (note a ênfase) Sério. É um jogo de 2001. DOIS MIL E UM. Tipo, o gráfico em si do jogo, os cenários, não são tão horrendos. As casas são bonitas… os interiores também. O problema é… Olha aquele Hagrid. Olha a cara dele. AQUILO NÃO É UM MEIO-GIGANTE. Parece… Parece que o papai noel resolveu pintar o cabelo e a barba de preto. Eu não achei as outras imagens mas, se vocês baixarem o jogo e derem uma olhada, vão ver que o Hagrid é um dos menos piores. O Draco. O Rony. E tem um ser – eu não sei o que é, só sei que é negro. Não sei nem se é homem ou mulher…

Mas dá pra suportar. Dá pra suportar.

Ah, e a trilha sonora… Sem muitos comentários. Repleta de músicas as quais parecem que você consegue sentir os pixels  (?) entrando pelos ouvidos. Música bem… De jogo oldschool mesmo. Mas não é das melhores.

Então!

Os dois jogos de Harry Potter pra GBC valem a pena resgatar e jogar. Se você não é o maior manjador de inglês, como pode ter visto nas imagens, o jogo TEM tradução pro português. Só não sei exatamente onde encontrar – mas, se achar, por favor deixe o link nos comentários. É um jogo que qualquer fã da série vai adorar e os nem tão fãs assim também – afinal, é um jogo divertido.

E abraços pra quem gastava todo o dinheiro comprando qualquer coisa menos o material escolar, hue.

E esse foi o primeiro Vale A Pena Mencionar! Fique de olho nas próximas menções feitas. No mas, é isso. Até a próxima!

Advertisements

5 thoughts on “Vale A Pena Mencionar #1 – Harry Potter Para Game Boy Color

  1. não achei os gráficos ruins… só que as cores eram meio fortes demais! DX acho que foi pra dar um clima mais Dark,talvez? e o gameboy não era nem uma revolução em questão de gráficos, não dava pra tirar uma obra de arte dali,mais pra outros consoles… não tem desculpa! principalmente para a versão PC!

  2. Adorava esse jogo, lembro-me que a fita original era um Azul claro, meio transparente e cintilante, bem gay mesmo !

    Gostava da parte do Xadrez no final e odiava as aulas de misturar poções…

  3. Acho que devo mencionar outros jogos do harry potter pra GBC, porem estes são bootlegs/piratão, primeiro Harry’s legend que é um legitimo kusoge platformer/beat’em up e Harry Potter and the Mystical Halo, que é um jogo de shooter side scrolling, até enjoyable pra um bootleg.

    btw você anda sumida do twitter ;A;

Dê sua opinião!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s