Sakurasou no Pet na Kanojo – “Qual é a cor do seu sonho?”

Sakurasou no Pet na Kanojo - OP - Large 01

Auuuuuuuuuuuuuuuu~

Este é meu primeiro review aqui no Otomegatari e espero que vocês gostem.

Pretendo falar sobre um anime que me surpreendeu de todas as formas possíveis, algo que nos 3 primeiros episódios não prometia nada e brilhou surpreendentemente na temporada passada. A pensão que abriga gênios especiais, Sakurasou!

Sobre Sakurasou

“Sakurasou no Pet na Kanojo” (A Garota de Estimação do Dormitório Sakura) é uma Light Novel japonesa escrita por Hajime Kamoshida e ilustrada por Kēji Mizoguchi. O primeiro volume da Novel foi publicado em janeiro de 2010 (conta atualmente com 9 Novels) e segue em publicação. A série em formato anime cobriu as 6 primeiras Novels perfeitamente tendo sido adaptada pelo estúdio J.C. Staff (Shakugan no Shana/Toradora/Zero no Tsukaima).

Enredo

O dormitório Sakura é exclusivo dos alunos da “Escola Secundária de Artes Suimei” ou apenas “Suiko”, que serve como moradia para “alunos especiais que precisam de seu próprio canto” (Leia-se: alunos problemáticos que a escola não quer/sabe lidar). Após ser expulso do dormitório normal por ter o hábito de adotar todo e qualquer gato que encontre nosso protagonista, Kanda Sorata, é obrigado a se mudar para a “Sakurasou” encontrando grandes figuras que fazem parte desse mundo novo como: a “Senpai” gênio dos mangás/anime, Kamiigusa Misaki, o “amigo de infância” da mesma e roteirista, Mitaka Jin, o “recluso-não-preciso-de-contato”, Akasaka Ryuunosuke, a professora, Sengoku Chihiro e a última integrante a se juntar a Sakurasou pós-chegada da Mashiro, Nanami Aoyama.

Após algum tempo de estadia no dormitório “especial”, Sorata fica sabendo da chegada de uma nova moradora, Shiina Mashiro, uma artista famosa que simplesmente não consegue cuidar de si mesma e nem demonstrar emoções. Essa nova moradora transforma a rotina diária do nosso protagonista obrigando o mesmo a cuidar dela – eis aí a origem do nome “Garota de Estimação”, a Mashiro é como um dos gatos que o Sorata adota, ele precisa cuidar dela frequentemente exatamente como faz com seus gatos. Assim começa nossa jornada de crescimento emocional, pessoal e discussões.

ss (2013-04-18 at 10.08.43)

A trupe da Sakurasou!

Anime

Sakurasou em seu começo demonstrou sinais de que seria diferenciado. O encontro no primeiro episódio entre Kanda e Mashiiro, com as pétalas de sakura caindo, foi uma linda cena, na qual o questionamento que seguiria por toda a série foi dito: “Qual cor você quer ser?”.

Mashiiro, uma garota que não tinha noção alguma de realidade encontra Kanda, o garoto que não sabia bem como perseguir seus sonhos. Encontro esse que ao longo de 1 ano mudaria completamente suas mentalidades e modo de agir. A letra da canção de abertura serve como prelúdio para tudo: “Adeus, tristeza! Garota encontra, garoto encontra garota! Adeus, tristeza” .

Pela produção do anime ter sido feita pelo J.C. Staff, em um primeiro momento pode aparentar ter uma “animação fraca”, entretanto, fica provado que isso não procede ao simplesmente assistirmos ao anime com suas belas cenas e uma fluidez muito boa para os padrões do estúdio, um investimento tão discrepante que houveram comparações entre esta animação e a de Little Busters! outro anime do estúdio. Enquanto Sakurasou tinha fluidez, Little Busters! teve cenas com qualidade inferior.

Os três primeiros episódios criaram a base dos nossos personagens principais de forma segura, indicando que a produção sabia onde fazer as pequenas alterações na trama para que todos fossem cativante: eles são simplesmente adolescentes que perseguem seus sonhos de forma quase inabalável enquanto vivem sob o mesmo teto chorando, dividindo sorrisos e experiências de vida. Sim, um fato notável em Sakurasou é como a trama é real, como os sentimentos expressos por cada personagem são tocantes e é quase impossível você não se colocar no lugar deles ou pelo menos pensar que já esteve em uma situação parecida como essa ou aquela.

Os 12 primeiros episódios são simplesmente sensacionais, mas ressalto os episódios 8 e 12; o episódio 8 é quando toda a Sakurasou invade a escola para entrar na piscina como forma de se divertirem e esquecerem seus fracassos temporários – energia daquele episódio foi de arrepiar qualquer um, principalmente aquela cena final emocionante, onde eles descem correndo a ladeira ao som do encerramento “Days of Dash”, ao fundo gritando promessas de vida, paixões e incentivos; o episódio 12 é o projeto “Nyaboron” no qual todos (até mesmo o Ryuunosuke) se unem utilizando um projeto arriscado do próprio Kanda, que sonha em se tornar designer de games para criar algo que cative a escola Suiko inteira – o projeto todo flui com perfeição mas, no momento chave da apresentação, a platéia toda hesita em tomar parte do jogo que era para que eles gritassem “algo que amassem” e, nesse momento, nossa linda Misaki grita em plenos pulmões que ama Jin e assim a platéia toda vai ao delírio unindo suas vozes em um coro de declarações arrebatadoras fazendo todos se emocionarem… Simplesmente divino.

Mas Sakurasou não é feita apenas de sorrisos. Como citei anteriormente, é um anime cruelmente realista, toda a frustração do Kanda ao ter seu projeto recusado na entrevista de emprego e seus gritos de raiva na direção da Mashiiro dizendo que ela é um gênio, que jamais vai entender a frustração dentro dele, é triste – e verdade seja dita o Kanda fez algo extremamente desnecessário, mas era o que ele queria dizer, afinal, quantos teriam tanta canalhice coragem? Ou quando a Misaki se declara para o Jin, mas recebe uma recusa fria do seu amigo de infância? Cenas que refletem a realidade da vida onde nem tudo é flores.

O anime foi sendo construído para que você conseguisse se identificar com os personagens. Aquele sonho que você abandonou, aquela lembrança eternamente guardada no seu coração, aquele sorriso da pessoa amada que você nunca consegue esquecer; um anime que mostrou o crescimento de cada personagem e a forma como eles arduamente trilham seu caminho até o objetivo desejado.

Genialidade x Esforço

Sakurasou no Pet na Kanojo - 08 - Large 15

Sakurasou é movido por sonhos em toda sua trama, seja passar no vestibular ou no teste para ser dublador, é tudo em cima disso. Contudo, existem os “gênios” nessa história, ou aqueles que “nasceram com um dom”. E é justamente para isso que a escola Suiko existe, para que esses alunos “especiais” possam estudar e treinar suas habilidades únicas ao máximo, porém isso entra em conflito contra o “esforço” daqueles que nasceram sem tais habilidades e precisam entrar em uma disputa desigual.

Os principais conflitos gerados pelo anime foram sobre isso, um deles, por exemplo, foi a razão pela qual o Jin nunca correspondia aos sentimentos da Misaki; foi exatamente por observar nos olhos dela que seus scripts não correspondiam aos desenhos que a mesma fazia com facilidade incrível, ele se sentia inferior a ela por não corresponder em suas “habilidades” ao “dom” da própria Misaki. Por isso, ele seguiu tentando com esforço até o final melhorar suas habilidades, resultando assim na sua ida para uma faculdade de nome para que pudesse estar par-a-par com ela.

Outro conflito é quando o Kanda é recusado no projeto do jogo dele mas ouve que estão interessados na pessoa que fez os traços. A pessoa em questão era a Mashiiro – quando ele chega e senta na varanda frustrado consigo mesmo não consegue evitar de descontar toda sua raiva na Mashiiro, com palavras rancorosas para logo depois ficar arrependido.

Tudo isso é uma discussão válida: existem gênios e existem os esforçados, mas quem está certo na discussão? Pessoas nascem com um dom, elas simplesmente não pedem para nascer com ele; será que o esforço individual é capaz de compensar essa falta de talento nato ou é apenas um sonho inalcançável? Questões erguidas ao longo da série que deixam questionamentos internos para cada um…

otome00

Opinião Lupina

Talvez as vendas de Sakurasou não reflitam a qualidade real do anime, talvez eu esteja exagerando por ter me identificando tanto com os personagens, mas sinceramente foi um anime incrivelmente marcante para mim de formas que sequer poderia imaginar. Recomendo esse anime para qualquer um que esteja com dificuldades, que esteja perseguindo seus sonhos – Sakurasou pode deixar algumas lições valiosas para você além de ser um anime soberbo.

Ei, que cor você quer ser? Verde? Amarelo? Azul? Rosa?

Qual é a cor do seu sonho? Qual cor você quer que ele tenha?

Sakurasou no Pet na Kanojo - 24 - Large 54

Advertisements

9 thoughts on “Sakurasou no Pet na Kanojo – “Qual é a cor do seu sonho?”

  1. Ótimo post. Curti muito esse anime, foi meu preferido do ano passado alias, principalmente por ter me identificado com varias das situações. Pra mim a mensagem final do anime foi “A vida é dura para pessoas normais, principalmente se você estiver ao lado de pessoas talentosas(gênios), se esforçar não é o bastante, e você vai quebrar a cara diversas vezes, mesmo assim não desista nunca, um dia seu esforço sera recompensado”.
    Só esforço não faz milagres como a maioria dos animes prega, e isso Sakurasou mostrou muito bem, esforço e perseverança no entanto trazem frutos, mesmo que demore.

  2. Ótimo review, você colocou de forma simples esse anime complexo, onde sonhos e realidade se chocam.
    Uma das cenas mais marcantes do anime pra mim foi onde o Ryuunosuke fala pra Rita “Pelo que vi os outros tinham grandes expectativas sobre você e você não conseguiu alcançar”

    Parabéns pelo belo trabalho com site, continue assim.

  3. Pingback: 12 Dias de Anime – 2º dia: “Da Garota Revolucionária ao… Dormitório Bizarro” | OtomeGatari

  4. Muito boa a review, Raigho, gostei muito mesmo. Assisti o anime só esse ano(2014),mas com certeza esse foi um anime que marcou e me ensinou, mais que qualquer outro que eu já tenha assistido até hoje. Eu realmente gostaria que a série tivesse o reconhecimento que merece, mas como você disse, infelizmente ñ é o q aparece nas vendas, fora as críticas negativas sobre a personagem Mashiro(sobre ela ser ingênua, totalmente dependente do Sorata) e do fundo do meu coração, adoraria que tivesse uma segunda temporada, apesar do final da primeira ter sido o melhor e mais emocionante final que eu já assisti, e se ficar só por isso, já estou satisfeita, pois a experiência de assistir foi absurdamente maravilhosa. P.s:Conheci o blog recentemente, gostei muito e agora vcs tem mais uma leitora 🙂

    • Eu fico mais do que feliz com o seu comentário, seja bem vinda! E sim, Sakurasou foi uma obra de arte. Seja pela situação ou personagens; a LN já até acabou, o autor começou uma nova!

      A segunda temporada seria, de fato, um sonho.

  5. Yol Lupi… talvez esteja certo… talvez não reflita a qualidade do anime, mas você se identificou com o anime, com um ou vários personagens e essa era a intenção do anime.
    vai dizer que o anime não te deu ânimo de começar, continuar ou até mesmo ressuscitar antigos sonhos? era isso que eles queria dizer.
    “eu corria pelos degraus e ficava frustrado por não poder ver a Mashiro mas não me dei conta de que se a Mashiro olhasse para trás também não me veria” o anime mostra que é frustrante pra quem se esforça e solitário para quem tem dom, ambos não se sentem bem e se é possível se equiparar não foi dito por um único motivo… Só depende de você.

    respondendo suas perguntas: há milênios a falta da luz intriga e amedronta a humanidade por possivelmente abrigar coisas que não podemos ver ou entender, deixando assim um grande desconhecido, misterioso e talvez muito poderoso. a sombra que cobre segredos a treva que cria mistérios…
    ser, sonhar e buscar…. preto,preto e preto.

Dê sua opinião!

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s